Capoeira

 

 

Núcleo de Apoio e Desenvolvimento da Capoeira é instalado em Alagoas

 

Por: Helciane Angélica

(Jornalista: 1102-MTE/AL)

 

 

 Praticantes alagoanos de capoeira terão mais um espaço para a exaltação e debate desta luta que se disfarça de dança. O Núcleo de Apoio e Desenvolvimento da Capoeira (NADEC), entidade de fomento e debate da capoeira, será instalado oficialmente neste sábado (29.09) a partir das 16hs na escola Alfredo Gaspar de Mendonça, localizada no conjunto Eustáquio Gomes de Melo.

Na ocasião, serão ministradas palestras sobre: “A conjuntura da capoeira em Alagoas” e “A participação do negro no contexto sócio-político alagoano”, respectivamente conduzidas pelo mestre de capoeira Marcelo Cardoso (Girafa) do Grupo Muzenza e por Helcias Pereira, militante do movimento negro há 20 anos e Secretário de Cultura da ONG ANAJÔ. Às 17h, acontecerá a roda de confraternização entre os presentes.

De acordo com José Carlos Pereira da Silva, historiador e professor de capoeira, a entidade iniciou suas atividades em 2003, busca incentivar a formação dos capoeiristas e perpetuar as informações repassadas por militantes do movimento negro e mestres de capoeira experientes. “O NADEC nasceu da necessidade que um grupo de capoeiristas tinha em discutir a capoeira além dos limites da roda e das academias, ou seja, explorar as diversas vertentes de trabalho que a capoeira oferece, bem como buscar mais informações das relações entre capoeira e sociedade em forma de pesquisa e leitura”, afirmou o coordenador do núcleo.

O NADEC é formado por historiadores; enfermeiros; professores universitários e da rede pública de ensino; estudantes; capoeiristas de vários grupos de Maceió e outros municípios, além de simpatizantes. Dentre as atividades já desenvolvidas destacam-se a realização de palestras, debates, oficinas de capoeira e encontro de capoeiristas.

A Federação Alagoana de Capoeira (Falc) é a instância superior dos grupos de capoeira, no entanto, a presença do NADEC só vem para contribuir no desenvolvimento da capoeira no estado. “Nossa relação com a FALC é saudável, já que temos entre nós um dos diretores dela, e buscamos preencher uma lacuna deixada por ela no que diz respeito a formação e integração dos capoeiristas em Alagoas, mas sem espírito de competição e sim de colaboração com a entidade maior da capoeira”, afirmou José Carlos Pereira da Silva.

A capoeira é uma das principais riquezas da cultura afro-brasileira, uma mistura de dança, música, esporte, arte, brincadeira, enfim, considerada uma filosofia de vida para muitas pessoas. Praticada em 164 países, a capoeira é dividida em estilos: angola, regional e contemporânea (criada recentemente) – executados por capoeiristas das mais variadas classes sociais e faixa etária, sem descriminação quanto à religião, raça e gênero.

  

Contatos:

José Carlos Pereira da Silva: 8844-4838

Contra-mestre Leto: 9381-7765

Monitor Carlinhos (Grupo Muzenza): 8823-0299

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: