Inicial > Notícias e política > Especial: Mês da Consciência Negra

Especial: Mês da Consciência Negra

 

Jornalistas alagoanos na luta pela igualdade racial

 

 

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Alagoas (Sindjornal) estará realizando no próximo dia 24 de novembro, mês da consciência negra, o Seminário de lançamento da Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira), que tem como objetivo contribuir para o debate e a reflexão sobre a realidade dos cidadãos afro-brasileiros e os mecanismos utilizados pelos meios de comunicação para abordar temáticas relacionadas à comunidade negra.  Desta forma, os profissionais de imprensa de Alagoas entram, efetivamente, na luta pela igualdade racial.

 O tema sobre relações raciais nos meios de comunicação começou a ser discutido no 31º Congresso Nacional dos Jornalistas, em 2004, em João Pessoa (PB), promovido pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), em tese apresentada pelas Cojiras dos sindicatos dos jornalistas do Rio de Janeiro e de São Paulo e pelo Núcleo de Comunicadores Afro Descendentes do Rio Grande do Sul. Na ocasião, o maior fórum de decisão dos jornalistas aprovou a recomendação de criação das comissões em todos os sindicatos filiados à Fenaj. Mais recentemente foi criada a Cojira do Distrito Federal. Alagoas será a quinta unidade da federação e o primeiro do Nordeste a implantar a Cojira.

Entre as finalidades da comissão podemos citar o apoio a ações voltadas para o reconhecimento da questão racial como tema transversal e fundamental no cotidiano do mundo das comunicações; apoiar e cobrar o cumprimento das políticas de combate ao racismo e de promoção da igualdade; capacitar e atualizar os profissionais jornalistas, professores e estudantes na temática étnico-racial, além de atuar em parceria com órgãos públicos, empresas privadas e entidades do movimento negro para ações de valorização da cultura afro-brasileira.

            Tantos desafios não são à toa. A invisibilidade do negro na grande mídia é uma realidade em todo País, seja na ausência de profissionais negros nas redações ou de programas que contemplem a diversidade étnico-racial. Em Alagoas não é diferente, em que pese quase metade da população ser formada de afro-brasileiros. A Cojira vem quebrar  um silêncio até então existente no meio sindical dos profissionais de comunicação.

O Seminário de lançamento acontecerá no auditório do Cefet, a partir das 8h30, e terá como palestrantes os jornalistas Miro Nunes, integrante da Cojira – Rio de Janeiro e Vera Deise, do Núcleo de Jornalistas Afro-brasileiros do Rio Grande do Sul. No encerramento será servido almoço à base da culinária afro-brasileira e apresentação artístico-cultural.

 Fazem parte da Cojira-Alagoas os jornalistas Valdice Gomes, Gerônimo Vicente, Mônica Lúcia, Riane Rodrigues e Helciane Pereira. A comissão é aberta a todos os jornalistas que queiram se integrar à luta contra a discriminação racial, inclusive estudantes de jornalismo.

As inscrições para o seminário são gratuitas e já começaram, podendo ser feitas pessoalmente no Sindjornal ou por telefone até o dia 22. As vagas são limitadas. Mais informações com Valdice (9999-1301) e 3326-9168.

 

 

___________________________________

Valdice Gomes é jornalista (MTE 288/AL)

Vice-presidente do Sindjornal /Vice-Regional NE 2 da Fenal

Integrante da Cojira-Alagoas

Vice-presidente da Ong Anajô

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: