Início > Informes > INFORME

INFORME

27 de fevereiro de 2008 Deixe um comentário Go to comments
I Fórum Nacional da Consciência Negra na Educação: "IKÁ KÔ DOGBÁ – Os dedos não são iguais", que será realizado nos dias 28, 29 de fevereiro e 1º de março de 2008 no Centro de Convenções de Maceió.
   
                                 Programação
 
28/02/2008 – Quinta-feira
 
07h00 – Recepção e Credenciamento
09h00 – Inicio da Solenidade
             Execução do Hino Nacional e de Alagoas em ritmo afro.   
             Entrega ao Conselho Estadual de Educação do documento: Diretrizes Curriculares Alagoanas para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Africana, Afro-Brasileira, Afro-Alagoana.
10h00 Conferência Magna:
            A Universalização dos Direitos Humanos e a Política de Promoção da Igualdade Étnico-Racial na Educação.
           Conferencista:
           Dr. Félix Ayoh’OMIDIR-  Department of Foreign
           Languages, Faculty of Arts, HBI 306, Obafemi Awolowo University,Nigeria.
10h30-Ajeum-ayié
11h00- Mesa Redonda
            Superando a intolerância racial e o sexismo através da adoção de políticas
            públicas.Aplicabilidade das Leis: Federal n°10.639/03, Estadual nº 6.814/07.
Ø     Renísia Cristina Gárcia,-Licenciada em História pela Universidade Federal de Uberlândia e especialista em Filosofia pela mesma instituição, mestre em História Social e doutoranda do Programa de Políticas Públicas e Gestão da Educação na Universidade de Brasília
Ø     Gineide Castro– Licenciada pela Faculdade de Formação de professores de Penedo/Alagoas. Especialista em Geo-História – Universidade Federal de Alagoas; Professora da rede pública estadual. 9ª Coordenadoria
Moderador: Renildo Ribeiro
                    Doutorando em Letras (Estudos Literários)
                    Professor 14ª Coordenaria de Educação/Alagoas
11h30 – Debate
12h10– Almoço
14h30- Apresentação artística:
14h50- Mesa Redonda:
            Memória, História e Cidadania – Parque Memorial Quilombos dos  Palmares – Uma Intervenção Qualificada na Construção do Turismo-Étnico
Ø       Cláudia Santos – Representante da Coordenação de Turismo Étnico Afro- Secretaria de Turismo do Estado da Bahia.
Ø       Patrícia Irazabal Mourão– Idealizadora do Parque Memorial Quilombo dos Palmares- Coordenadora Executiva do Instituto Magna Mater.
Moderador– Helcias Pereira
Representante do movimento negro em Alagoas; Centro de Cultura e Estudos Étnicos ANAJÔ
15h20Debate
16h00- Palestras:
1A Possibilidade de Construção do Discurso da Resistência em contraposição ao discurso da Exclusão.
               Profª Drª Lia Scholze

   Coordenadora do Projeto Escola de Gestores e assessora de Relações Institucionais do INEP.
Ø                              2A Consciência Negra e o Debate em Sala de Aula
                Profa. Carla Lopes Professora de História (formada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ); Coordenadora Pedagógica do Colégio Estadual Professor Sousa da Silveira /Co-criadora e Coordenadora Geral do Programa de Reflexões e Debates para a Consciência Negra – Uma experiência de aplicação da Lei no. 10.639 de 2003.
Ø                              Moderador– Clébio Correia de Araújo
Ø                              Professor Mestre- Universidade Estadual de Alagoas
16h30- Debate
17h20– Café Afro-artístico e lançamentos diversos:
             1Identidade Fragmentada – um estudo sobre o negro na Educação Brasileira (1993 – 2005), Renísia Cristina Gárcia -Licenciada em História pela Universidade Federal de Uberlândia e especialista em Filosofia pela mesma instituição, mestre em História Social e doutoranda do Programa de Políticas Públicas e Gestão da Educação na UnB.
              2-Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, nº 220.Dra. Lia Scholze  
              Lançamentos Outras Editoras:
              5-A Cabeça do Brasileiro- Alberto Carlos Almeida- Colunista do Jornal Valor Econômico, professor da Universidade Fluminense.. Editora Record.
              6- A Pequena África chamada Alagoas– (relançamento)- Arísia Barros
              7A África está em Nós – Roberto Benjamin. Ensino Médio. Editora Grafset.
19h00- Encerramento – Hino de Alagoas- em ritmo afro
             
 
29/02/2008-Sexta-feira

08h00– Apresentação artística

08h30– Mesa Redonda:
             Racismo Institucional: Promover a igualdade ou eliminar as diferenças?
             Armênio Bello Schmidit – Diretor de Educação para Diversidade – Secretaria  de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade/Ministério de Educação.
             Luiz Alberto Santos – Secretário de Promoção da Igualdade da Bahia.
 Moderadora: Profa. Carla Lopes
Professora de História (formada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ)/Coordenadora Pedagógica do Colégio Estadual Professor Sousa da Silveira-Rio de Janeiro.
9h00- Debate
9h45 – Pausa para o cafezinho
10h20 Mesa Redonda:
              Sete Saberes, Sete Sabores, Sete Fazeres das Africanidades Presentes               no contexto escolar.
               Jorge Arruda- Assessor Especial do Governador/ Secretário Executivo do Comitê Estadual de Promoção da Igualdade Étnico-Racial- Pernambuco
Ø                                    Carmem Holanda – Yalorixá, Socióloga, Mestranda em Educação, Conselheira da Educação Municipal, Membro do Conselho de Assistência Social -Diretora do Centro de Apoio Social Conceição- Carazinho – Rio Grande do Sul.
Moderadora: Cláudia Santos.
 Mestranda/ Estudos Étnicos e Africanos – Universidade Federal da Bahia: Coordenação de Turismo Étnico-Afro- Salvador
 10h50 Debate
11h45 Palestra:
              Dimensões constitutivas dos projetos políticos dos movimentos negros–  que queremos mudar e o que  queremos afirmar na educação brasileira?
Ø                                    Débora Santos– Universidade de Brasília
Ø                                    Moderadora: Antonia Vitória Soares Aranha
Ø                                     Diretora da Faculdade de Educação.
12:30 Almoço
14:00 Palestra:
             A Cabeça do Brasileiro – Uma Radiografia do Preconceito no Brasil
Ø                              Alberto Carlos Almeida –Colunista do Jornal Valor Econômico, professor da Universidade Fluminense, diretor de planejamento do Ipsos Public Affairs. Editora Record.
Ø                               Moderadora: Flávia Célia dos Santos Souza.  
Ø                              Superintendente de Gerenciamento Institucional; Secretaria de Estado da Educação e do Esporte de Alagoas.                                                                 
14h15 Debate
14h45Exibição do Documentário1912 – O Quebra de Xangô”, roteiro vencedor da primeira edição Doc Tv Alagoas em Cena 2006, do antropólogo e fotógrafo Siloé Amorim.
Ø                              Moderador: Clébio Correia de Araújo
Ø                              Professor mestre- Universidade Estadual de Alagoas.
16h00- Debate
18h00- Encerramento – Hino de Alagoas em ritmo afro
 
01/03/2008 – Sábado
 
7h30- Ajeum-ayié
8h00 às 11h00Áreas de Diálogo/Troca de Experiências /Relatos de Experiências na Lei nº 10.639/03
11:00 às 13:00Discutindo/propondo e construindo a Carta de Maceió
13:00– Entrega da Carta de Maceió ao Governador de Alagoas
13:00– Conhecendo o Parque Memorial Quilombo dos Palmares, no município de União dos Palmares- (Passeio étnico opcional)
 
 
Arísia Barros
Presidente da Comissão de Trabalho e Execução do Fórum
(82) 8815-5794 / 3315-1268 / 9444-4370
Categorias:Informes
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: