Inicial > Movimento negro > MOBILIZAÇÃO

MOBILIZAÇÃO

 

Fenal passa por reformulação

 

Por: Helciane Angélica
Jornalista / Presidente do Anajô / Integrante da Cojira-AL

Foi realizada na última quinta-feira (09.04), a primeira assembleia geral de 2009 do Fórum de Entidades Negras de Alagoas (Fenal), onde aconteceu uma análise de conjuntura do movimento local e a necessidade da participação alagoana na Coordenação Nacional de Entidades Negras (CONEN).

O encontro foi iniciado com os informes, logo após as pessoas que ainda faziam parte da diretora expuseram suas dificuldades e refletiram criticamente sobre o papel da entidade. Outro ponto importante foi a entrega do cargo de alguns coordenadores, inclusive, de Ana Paula Silva que se encontrava na condição de presidenta, onde informou que por problemas pessoais não teria condições de ficar no comando, mas que ainda ajudará nas ações. Além dela, desistiram Amauríco de Jesus (secretário geral) e por último, Maria Aparecida Moura (vice-presidenta) – na reunião só estavam presentes cinco representantes da diretoria.
A partir daí, foram três horas de intenso debate sobre o futuro da entidade, onde foram avaliadas as atividades executadas no atual mandato e o compromisso dos diretores e entidades filiadas – detectou-se que as irregularidades na ausência de assembleias e as faltas dos coordenadores, burlam o estatuto e desqualificam a entidade, já que burocraticamente não teria validade.
Dentre as propostas tiveram: substituir os cargos em vacância e garantir a entrada de novas pessoas; determinar uma comissão que pudesse trabalhar e definir a próxima eleição; ou criar comissões de trabalhos para resolver as demandas institucionais. Definiu-se que o melhor seria a implantação de uma comissão executiva, que deliberará todas as questões políticoculturais e administrativas, inclusive a reformulação do estatuto e organização da próxima eleição.
Com essa reformulação, os encontros serão ampliados e as demandas divididas de acordo com a área de desenvolvimento e segmento afro. O objetivo é fortalecer a instância máxima do movimento negro alagoano, com a constituição de comissões de trabalho: mobilização e articulação; projetos; ação cultural; educação; comunicação; relações institucionais e outras.

Entidades presentes

Participaram da assembleia, representantes do Bumba-meu-boi Excalibur; Capoeira Muzenza; Casa de Iemanjá / Ponto de Cultura Quilombo dos Orixás; Centro Cultural de Capoeira Quilombo dos Palmares; Centro de Cultura e Cidadania Malungos do Ilê; Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô; Centro de Educação Ambiental São Bartolomeu (CEASB) / Ponto de Cultura Guerreiros da Vila; Centro de Educação Popular e Cidadania (CEPEC); Centro de Estudos e Pesquisa Afro Alagoano Quilombo; Civilização Roots; Federação Alagoana de Capoeira; Grupo Axé Zumbi; Grupo Dandara; Núcleo de Apoio e Desenvolvimento da Capoeira (NADEC); Omin Omurewá; ONG Maria Mariá; Orquestra de Tambores; Pastoral da Negritude da Igreja Batista do Pinheiro; e União de Negros pela Igualdade (Unegro-AL).
A campanha de filiação permanecerá ativa, para a adesão de entidades que tenham interesse em fortalecer e unificar os ideais políticoculturais do movimento. O objetivo é reunir o maior número de entidades dos mais diversos municípios alagoanos e segmentos afros, os interessados devem entrar em contato pelo email: fenal.alagoas@yahoo.com.br.
Categorias:Movimento negro
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: