Inicial > APN's > CARTA/JULHO

CARTA/JULHO


CARTA MENSAL 03/2010

São Paulo, 01 de julho de 2010

Prezados/as Quilombolas APNs do Brasil,

Com muita alegria, nos encontramos no início de mais uma jornada de Fé e Luta rumo às conquistas e aos desafios que o momento nos impõe, mas sempre é claro, com o bom espírito combatente e guerreiro dos nossos ancestrais, mártires da nossa história.

O último mês foi bastante árduo para a nossa militância de modo geral, ocasionados pela aprovação do Estatuto da Igualdade Racial no Senado Federal após
uma jornada de longos sete anos de tramitação no Congresso Nacional. Os APNs mais uma vez cumpriram o seu papel de cidadania ao monitorar as políticas públicas, neste caso uma política que ajudamos a escrever ao longo dos anos e acompanhamos passo a passo sua tramitação.

As críticas por mim sofridas diretamente ou reputadas ao conjunto da nossa entidade, não deve nos intimidar por tratar-se de um movimento mobilizado e liderado por setores que sempre foi contrario a qualquer versão do Estatuto da Igualdade Racial. Uma coisa é sermos contrários, e de fato somos e repudiamos na oportunidade, o parecer do relator do PL 213/2003, senador Demóstenes Torres (DEM/GO). Afirmo apenas que uma leitura desatenta e interpretações equivocadas do texto final do Estatuto da Igualdade Racial é que gera esses desconfortos e embates políticos.

Mas não acho que devamos incentivar ou fazermos eco a um movimento desfigurado do pró-veto a um projeto que após 10 anos de luta, da qual fizemos parte, e agora conquistado ainda que 60 artigos apenas, seja descartado da história porque não nos atende na totalidade que desejavamos. Temos que ser no mínimo coerentes com a nossa causa. Para quem conhece o mínimo de política sabe que em nenhuma casa de Leis democrática se tem 100% de vitórias, nem mesmo o governo contaria com esse pleito. Aprendi muito nestes poucos anos acompanhando de perto tanto o Congresso Nacional bem como casas legislativas no Estados e no Município, que o mínimo de concessões se deve fazer para se alcançar o desejado.

Vamos olhar para a frente, o que conseguimos é uma vitória e nos cabe agora a difícil tarefa de fazer o Estado Brasileiro cumprir a integra o presente Estatuto que certamente será sancionado nos próximos dias pelo Presidente da República. O que não nos impede de como entidade nacional legitima e autônoma garantir o aperfeiçoamento dos termos contidos e apresentar novos projetos de leis que julgarmos necessários para a devida emancipação do nosso povo negro.

Meus queridos/as,
Este mês de julho será de muito trabalho, realizaremos finalmente nossa 2ª reunião ordinária da coordenação nacional juntamente com o conselho fiscal e quem nos receberá é nossos quilombolas de Vitória da Conquista na Bahia. O momento será também festivo pois lá faremos o lançamento da pedra fundamental da primeira sede própria dos Agentes de Pastoral Negros do Brasil, uma conquista dos nossos companheiros/as que deve ser orgulho para todos nós.

Cumpriremos também agenda nos Estados de Goiás, Espírito Santo e Alagoas, os APNs estão em movimento e isso deve ser uma ação continua dos nossos
mocambos.

Aproveito a oportunidade para partilhar com vocês uma grande alegria que estou dividindo com nosso companheiro João Pio, que é o lançamento do nosso livro “Caminhos trilhados pelos APNs do Brasil: para Além da História”. Trata-se da nossa história ao longo dos anos e das nossas ações nos últimos tempos é mais uma forma de marcarmos os 27 anos de nossa luta e deixarmos para os que estão chegando ou se apresentarão no futuro a nossa memória. A agenda de lançamentos é a seguinte: 02/07 Itumbiara-GO – 09/07 Vitória da Conquista-BA – 13/07 São Paulo-SP 16/07 Vitória- ES e 30/07 Maceió-AL.

Meus irmãos/as,

Antes de encerrar nosso diálogo mensal quero mais uma vez me solidarizar com o nosso povo sobretudo alagoano que tem sofrido muito, vitimados com as enchentes dos últimos dias e devastado o pouco que se tem conquistado ao longo dos anos.

Lanço mais uma vez um forte apelo há todos/as que puderem participar das campanhas espalhadas nos Estados. Nossos companheiros/as APNs/AL estão
acompanhando e em nosso nome trabalhando para que a dor daquele povo seja amenizada e a dignidade recuperada na medida do possível.

Um forte abraço e até o mês que vem!

Nuno Coelho
Coordenador Nacional dos Agentes de Pastoral Negros do Brasil

Anúncios
Categorias:APN's
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: