Arquivo

Archive for dezembro \23\America/Maceio 2010

Cartão especial … Felicidades

23 de dezembro de 2010 Deixe um comentário

Posse no CNPIR

22 de dezembro de 2010 1 comentário

Helcias Pereira e Valdice Gomes tem três importantes pontos em comum: são alagoanos, fazem parte do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô/APN-AL e agora estão no Conselho Nacional de Políticas de Igualdade Racial (CNPIR) da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir).

Eles são conselheiros titulares para o biênio 2010 a 2012, respectivamente, dos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs) e da Federação Nacional de Jornalistas (Fenaj)/Comissão Nacional de Jornalistas pela Igualdade Racial (Conajira).

O Conselho é formado por 44 representantes, sendo 22 representantes de órgãos públicos federais, 19 entidades da sociedade civil selecionadas por meio de um edital público e três cidadãos/ãs com notório reconhecimento nas relações raciais.

Confira algumas imagens da posse que ocorreu no dia 14 de dezembro, no Salão Monumental II do Hotel Grand Bittar em Brasília.

Convocação: Reunião Ampliada dos APNs

21 de dezembro de 2010 Deixe um comentário

Senhor (a) Coordenador (a),

Pelo presente convocamos os membros da Coordenação Nacional, Conselho Fiscal e Coordenadores Estaduais dos Agentes de Pastoral Negros (APNs) para reunião ordinária da Coordenação Ampliada Nacional, a realizar-se de 27 a 28 de dezembro de 2010, na sala de reuniões do Hotel Normandie, na Av. Ipiranga, 1187 no centro.

Pauta:

  • Abertura da Reunião e Acolhida
  • Momento de Formação
  • Planejamento Estratégico dos APNs 2010 – 2012
  • Ano Nacional da Juventude APNs
  • Painel dos Estados:
  • Agenda 2011
  • Campanha de Sustentabilidade 2011
  • SEPPIR
  • Informamos ainda que passagens e diárias serão disponibilizadas para o seu deslocamento e hospedagem de 26 a 28/12. Aguarde em o PTA em seu e-mail.

Certos de contarmos com sua valiosa presença e contribuição, desde já agradecemos sua participação.

Atenciosamente,

Nuno Coelho – Coordenador Nacional dos APNs

Rejane Maria Rosa – Secretaria Geral dos APNs

Confraternização do Anajô 2010

20 de dezembro de 2010 Deixe um comentário

O Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô realizou no domingo a sua Assembleia Ordinária para avaliar as atividades executadas e eventos que participou neste ano e definir as metas para 2011.

Teve uma rápida retrospectiva mês a mês, e um balanço sobre o desenvolvimento dos integrantes nos mais diversos setores, em seguida, aconteceu um debate analítico sobre os avanços e dificuldades enfrentadas. No encerramento teve um almoço e confraternização entre os membros e convidados.

Confira o registro fotográfico por Helciane Angélica:


CONVOCATÓRIA

17 de dezembro de 2010 Deixe um comentário

A presidenta Helciane Angélica Santos Pereira do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô, mocambo estadual dos Agentes de  Pastoral Negros do Brasil (APNs), no uso das suas atribuições estatutárias convoca todos os membros associados para a ASSEMBLEIA ORDINÁRIA que avaliará as ações desenvolvidas neste ano, prestação de contas e discussão sobre as principais metas para 2011.

A atividade será realizada no dia 19 do corrente mês (domingo) às 9h, em seguida terá uma CONFRATERNIZAÇÃO entre os presentes – na residência da companheira Filomena Félix localizado na Ladeira Geraldo Melo, nº 32, Farol, Maceió-AL. Também solicitamos uma contribuição de R$10 (dez reais) por pessoa para ajudar nas despesas.

Sua presença é extremamente importante! Axé!

 

Helciane Angélica Santos Pereira

Presidenta

Convite do CEASB e COOPVILA

14 de dezembro de 2010 Deixe um comentário

Vídeo da campanha: “Por uma infância sem racismo”

12 de dezembro de 2010 Deixe um comentário

CUT lança programa de TV em Alagoas

7 de dezembro de 2010 Deixe um comentário

Em um coquetel a ser realizado nesta terça-feira, 07, a Central Única dos Trabalhadores de Alagoas lança o seu primeiro programa de TV. Intitulada Eu Quero Ver, a produção promete ser um espaço dedicado à classe trabalhadora com conteúdo informativo e qualidade técnica. O lançamento acontece às 19h, no Sindicato dos Urbanitários de Alagoas.

O programa estréia amanhã, 08, e terá edições diárias, exibidas sempre as 11h30 na TV COM (Canal 12 – NET). Além disso, devem entrar na grade da TV COM alguns programas produzidos pela CUT nacional, que hoje são exibidos na TV CUT Web.

A preocupação em criar um programa de TV surgiu da necessidade de debater assuntos que normalmente não estão na pauta da mídia comercial, mas tem impacto real na vida da classe trabalhadora. “Muitas vezes os assuntos mais importantes são tratados de forma superficial ou nem tem espaço na mídia tradicional, por falta de tempo ou interesse econômico. Nós sempre fizemos esforço pra esclarecer a população, e ter um veículo próprio vai ser um grande avanço nesse sentido.” Afirmou o presidente da CUT Izac Jacson.

O projeto é uma parceria entre a CUT, alguns sindicatos filiados e a TV COM. Está sendo desenvolvido desde o início deste ano. Um pequeno estúdio de TV foi criado na própria sede da entidade e a equipe já está na rua desde novembro. O formato do programa já foi definido, terá entrevistas no estúdio, coberturas de atividades do movimento sindical, e um quadro com informações jurídicas. Sob a apresentação da jornalista Morgana Moraes, o programa vai ser uma alternativa de informação para a sociedade alagoana.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação

Helcias participa de Assembleia em Tocantins

5 de dezembro de 2010 Deixe um comentário

Helcias Pereira é sócio-fundador do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô, atualmente encontra-se na função de Secretário Geral e de Comunicação e no mês passado foi empossado como Coordenador Nacional de Formação dos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs).

Neste domingo, ele realiza a sua primeira tarefa no novo cargo e encontra-se no Estado do Tocantins para assessorar os companheiros e companheiras APNs , que na Assembleia irá eleger a nova Diretoria do Mocambo Estadual.

Também foi convidado para ministar uma palestra sobre a História dos APNs no Brasil, já que na década de 80, participou e organizou várias atividades que contribuíram para o desenvolvimento da entidade nacional que hoje encontra-se presente em 14 estados.

Crianças participam da Campanha Unicef contra o racismo

5 de dezembro de 2010 Deixe um comentário


O lançamento da Campanha “Por uma infância sem racismo” em Alagoas aconteceu na Serra da Barriga, berço da liberdade e palco da resistência negra

Texto: Helciane Angélica / Fotos: Emanuelle Vanderlei – integrantes da COJIRA/AL

Crianças de todas as cores, idades, etnias, cheias de sonhos e oriundas de várias partes de Alagoas estiveram nesta sexta-feira (03.12) na Serra da Barriga em União dos Palmares, local onde se formou o maior e mais importante Quilombo já registrado e que teve uma população multi-étnica em busca de liberdade e justiça social. Na ocasião foi lançada a Campanha “Por uma infância sem racismo”, uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) em parceria com várias instituições.
A solenidade iniciou com a leitura das dez maneiras de contribuir para uma infância sem racismo, informações apresentadas por alunos de escolas públicas. Em seguida, ocorreram os pronunciamentos das autoridades: o Prefeito de União dos Palmares, Areski Freitas; Nadja Lessa, Secretaria Adjunta da Mulher, Cidadania e Direitos Humanos; Claudio Leite, o Mestre Claudio, do Escritório Estadual da Fundação Cultural Palmares/Ministério da Cultura; Dr. Claudio Soriano, Presidente do Conselho Estadual de Direito da Criança e Adolescente; o professor Carlinhos da Associação Muzenza Capoeira, representando todas as entidades da sociedade civil que aderiram à Campanha; e por último, Salvador Soler, coordenador do UNICEF nos estados de Alagoas, Pernambuco e Paraíba.
O coordenador Salvador Soler apresentou os principais objetivos e metas da campanha nacional que a princípio terá uma duração de doze meses, com o intuito de sensibilizar a sociedade e os veículos de comunicação sobre os efeitos do racismo na infância. Também, foram exibidas peças de divulgação como o encarte informativo, blog e vídeos que contou com a interpretação de Lázaro Ramos – ator, ativista e Embaixador do Unicef.

A estudante Daniele Ferreira de onze anos é uma das crianças que enfrenta diariamente o preconceito de coleguinhas da escola que implicam com o seu cabelo afro e fazem constantemente piadas ofensivas. Mas a menina, que foi escolhida para ser a mestre de cerimônia mirim, não se deixa abater, afirmou que ignora porque tem orgulho de ser negra, é feliz e se considera linda.

O UNICEF está comemorando 60 anos de atuação e sempre monitora os indicadores sociais relacionadas à saúde, educação, moradia, segurança e em outros segmentos; além de buscar o empoderamento das crianças para que conheçam seus direitos e sejam protagonistas das ações. De acordo com dados estatísticos do IBGE e do PNAD, no Brasil vivem 31 milhões de crianças negras e 150 mil crianças indígenas, onde cerca de 26 milhões das crianças brasileiras vivem em condições de pobreza e 17 milhões são negras.
Simbologia
A escolha da Serra da Barriga para realizar o lançamento da Campanha em Alagoas não foi uma decisão unilateral, e sim, definida em consenso pelas mais de 30 instituições públicas e privadas parceiras. “Quando eu cheguei aqui, me senti entrando em um local sagrado. E estou muito feliz pela simbologia de liberdade e resistência que esse lugar tem, onde pessoas que mesmo não sendo reconhecidas lutaram por liberdade e respeito. Então, estar aqui, nos anima a continuar lutando por igualdade na infância e na expectativa que todas as parcerias conquistadas permaneçam contribuindo para a promoção do respeito étnico”, declarou Soler.
Apresentações

O dia de mobilização também contou com apresentações artísticas, onde as crianças alagoanas exibiram seus talentos na arte de representar, dançaram, cantaram e batucaram. Teve o grupo Malungos do Ilê, Afoxé Odô Iyá, Banda Afro Nação Dandara, o Grupo Ará Fun Fun Omagerê que é vinculado ao Grupo União Espírita Santa Bárbara (Guesb), aulão de capoeira e a presença especial do Coral Canarinhos Aracaju de Sergipe que existe há onze anos sob a regência do Maestro Carlos Magno do Espírito Santo.
Estiveram presentes aproximadamente 230 crianças no total, oriundas de escolas públicas de vários municípios; de três comunidades quilombolas Muquém, Filús e Jusarinha; indígenas da Tribo Xucuru Cariri; além de representações de comunidades em áreas de vulnerabilidade social a exemplo da Vila Emater II, Bebedouro, Benedito Bentes, Conjunto Village Campestre e Ponta da Terra.