Inicial > Anajô, APN's, Bate-papo, Movimento negro > Bastidores: Tambor Falante (09.04.11)

Bastidores: Tambor Falante (09.04.11)

 Por: Helciane Angélica – Jornalista

 No sábado (09.04) ocorreu a sexta edição do Tambor Falante – Ciclo de Debates com o tema “Racismo e Homofobia na atual conjuntura” e a reflexão crítica sobre as declarações emitidas pelo Deputado Federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) no programa CQC da Band. A atividade ocorreu no espaço de eventos Brindar Festa, por trás do Ginásio Cenecista Jorge Assunção no bairro do Poço.

Estiveram presentes integrantes do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô vinculado aos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs); Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial em Alagoas (Cojira-AL); Pastoral da Negritude da Igreja Batista do Pinheiro; Centro de Educação Ambiental São Bartolomeu (Ceasb); a professora universitária e meteorologista Ângela Bahia; e a médica e vereadora por Maceió, Fátima Santiago (PP).

Eu sou uma mulher negra que tive uma educação e oportunidades diferenciadas, mas que batalhei muito. E por ter essa origem, sempre procuro aprender a cada dia, ter mais contato sobre as questões sociais e discutir mais sobre as diversas formas de preconceito. É um mundo novo e quero conhecer, para ajudar da melhor forma“, declarou a vereadora aos presentes.

Na ocasião, os participantes puderam assistir a entrevista de teor preconceituoso, além de vídeos sobre os efeitos danosos executados desde a infância que contribuem para a intolerância, a baixa-estima e práticas criminosas. Também foi discutido o racismo institucional, as abordagens policiais e a imagem negativa que as pessoas negras e pobres, moradoras de favelas, são vistas como bandidos.

Além disso, foram expostas as opiniões e estratégias de ação para que Alagoas seja incluída no movimento de repúdio ao parlamentar e para que a Lei seja cumprida. “Essa declaração sobre negros e gays, não é só ele. Tem um rebanho de pessoas que comungam do mesmo pensamento, e pior, que defendem o que ele fala e votaram nele“, desabafou o professor Allex Sander Porfirio. A presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Alagoas e integrante da COJIRA-AL, disse que o deputado já é conhecido por suas declarações bombásticas, e que o movimento nacional de jornalistas pela igualdade racial manifestaram seu repúdio. O ativista Helcias Pereira, defende uma punição para o parlamentar: “Ele está ganhando dinheiro público e fala essas babozeiras, pior, são práticas racistas e criminosas, e deve ser cassado“, disse.

O Tambor Falante existe há dois anos, busca ampliar a discussão sobre assuntos ligados às questões étnicossociais e a integração do movimento negro alagoano, além de refletir sobre temas polêmicos do cotidiano.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: