Arquivo

Archive for junho \22\UTC 2011

CARTA DA JUVENTUDE ALAGOANA APNs

22 de junho de 2011 Deixe um comentário
 

Aos malungos e malungas dos APN’s

 

 

No dia 21 de maio de 2011 foi realizado o 1º Encontro Estadual da Juventude dos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs) em Alagoas, com o tema: “Juventude APNs/AL rumo a uma nova história”. A atividade foi realizada das 9h às 17h, na sede do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Alagoas (Sindjornal), localizado no bairro do Prado, em Maceió.

Esse encontro teve como objetivos: mobilizar os mocambos alagoanos quanto ao fortalecimento do protagonismo da juventude, além de promover a reflexão crítica sobre o papel sócio-político no combate do racismo e outros preconceitos correlatos, ainda mais, no ano de 2011 que foi estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Ano Internacional dos Povos Afrodescendentes e, também, é o Ano Nacional da Juventude APNs.

A programação teve início com um Mushaká (momento de reflexão) e acolhimento afro, onde os participantes fizeram suas apresentações e falaram um pouco sobre as expectativas em relação a atividade. Estiveram presentes integrantes do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô (Mocambo Anajô), do Mocambo Esperança e jovens convidados.

No período da manhã, ocorreu o Painel: “Juventude APNs/AL rumo a uma nova história” para aprofundar as temáticas abaixo:

1.  Relações de Gêneros e Juventude

Palestrante: Elida Rachel – Jornalista / Secretária Estadual de Políticas Sociais da CUT em Alagoas / Diretora de Formação Política do Sindjornal e participa do Coletivo de Jornalistas pela Diversidade Sexual (COJDS).

2.  Políticas públicas para a Juventude

Palestrante: Ana Maria da Silva – Superintendente de Políticas para a Juventude, da Secretaria Estadual da Mulher, Cidadania e Direitos Humanos.

3.  Pertencimento Étnico

Palestrante: Helciane Angélica – Jornalista / Coordenadora Estadual dos APNs-AL / Editora da Coluna Axé no Jornal Tribuna Independente / Integrante da Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira-AL)

Após todas as explanações e debates, os participantes foram divididos em três grupos de trabalho (GTs) para facilitar a leitura do Texto Base do 1º Encontro Nacional da Juventude APNs, que acontecerá nos dias 14 a 17 de julho, na cidade de Campinas em São Paulo. Também, foi o momento mais adequado para desenvolver as sugestões de ações a serem utilizadas pelos mocambos e quilombos estaduais da entidade nacional.

Dentre as propostas discutidas e aprovadas em plenário, estiveram:

  1. Utilizar os mecanismos da internet para divulgação e mobilização de atividades referentes às políticas de juventude;
  2. Promover debates, abordando relações de gênero e políticas para a juventude, em parceria com instituições ligadas à temática;
  3. Incentivar a mobilização e formação dos grêmios estudantis nas instituições;
  4. Buscar informações e se envolver na construção da Conferência Estadual da Juventude.
  5. Mobilizar e ajudar na criação do Conselho e Secretaria Estadual da Juventude Alagoana.
  6. Participar efetivamente das instâncias de discussão política em favor da mudança curricular, envolvendo-se nos conselhos e fóruns de educação, fazendo cumprir a Lei 10.639 e combater as várias formas de opressão.
  7. Incentivar a participação da juventude APNs em fóruns, conselhos e demais espaços de discussão da temática.
  8. Criar ferramentas de comunicação onde a juventude APNs possa participar efetivamente.
  9. Cobrar do poder público medidas de capacitação de policiais com relação a abordagens feitas à juventude;
  10. Participar efetivamente das conferências de promoção de políticas públicas em todas as esferas de governo nos mais diversos setores de interesse da juventude;
  11. Participar das discussões sobre a reforma política nas instâncias partidárias e da sociedade civil como um todo, fomentando a temática nos Mocambos.

No encerramento do Encontro Estadual, ocorreu a indicação dos nomes das pessoas para participar da delegação alagoana, seguindo como critérios, a disponibilidade e compromisso. Cada estado tem direito a levar oito delegados(as) e foram referendadas sete (07) pessoas:

NOME

MOCAMBO

FUNÇÃO

FERNANDA DA SILVA MONTEIRO

ANAJÔ

REPRESENTANTE ESTADUAL – JUVENTUDE APNs/AL

HELCIANE ANGÉLICA SANTOS PEREIRA

ANAJÔ

COORDENADORA ESTADUAL

DEYSYANNE KARLA S. TEIXEIRA

ESPERANÇA

COORDENADORA DO MOCAMBO ESPERANÇA

MARCÉLIA DOS SANTOS SILVA

ANAJÔ

INTEGRANTE

IVANILDA DA CONCEIÇÃO GOMES

ESPERANÇA

INTEGRANTE

JAILSON DA SILVA NATIVIDADE

ANAJÔ

INTEGRANTE

DENILMA MARIA DOS SANTOS

ESPERANÇA

INTEGRANTE

A partir de agora, vamos centrar forças para buscar as parceiras necessárias e garantir as passagens aéreas das nossas delegadas e delegado. Também reafirmamos a nossa alegria em compartilhar experiências, conhecer outras realidades e discutir propostas que contribuam para o fortalecimento da organização política dos nossos jovens em todas as esferas sociais e dentro da própria entidade nacional.

Abraço para todas e todos! Axé!

Atenciosamente,

 

Helciane Angélica Santos Pereira

Coordenadora Estadual dos APNs/Alagoas

Direção Nacional, em visita ao Presidente da Fundação Palmares, inicia preparativos dos 30 anos.

16 de junho de 2011 Deixe um comentário

Presidente da Palmares, Eloi Ferreira, recebe Nuno Coelho, Helcias Pereira e Valdice Gomes

Na última quarta-feira, 14, Nuno Coelho, coordenador nacional dos Agentes de Pastoral Negros do Brasil, acompanhado de Helcias Pereira, coordenador nacional de Formação dos APNs e membro do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial (CNPIR/SEPPIR) e Valdice Gomes, conselheira do CNPIR/SEPPIR e membra da Comissão Nacional dos Jornalistas pela Igualdade Racial (CONAJIRA) e dos APNs/AL, estiveram em Brasília, reunidos com Dr. Eloi Ferreira, presidente da Fundação Cultural Palmares.

Na pauta foi tratada a questão dos quilombolas acampados em Muquem e União dos Palmares, desde a última enchente que devastou o estado de Alagoas em junho de 2010 e os preparativos de comemoração dos 30 Anos de fundação dos APNs, que acontecerá em Alagoas em 2013.

A Fundação Cultural Palmares, será uma das principais apoiadoras das comemorações que deverão ocorrer no primeiro semestre de 2013.

Com relação aos Quilombolas, o presidente, afirmou que vai fazer nova visita a região nos próximos dias para verificar in loco, a situação atual das comunidades e intervir na agenda do governo, para acelerar os investimentos na reconstrução das casas e melhoria de vida dos acampados, vitimas das enchentes.

Repasse: APNs no CNPIR/SEPPIR‏

12 de junho de 2011 Deixe um comentário

Meus queridos Malungos e Malungas APNs do Brasil,

 

Nos próximos dias 13 e 14 (segunda e terça-feira), estarei em nome dos APNs participando da minha terceira reunião no Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial – CNPIR- SEPPIR. Cujo local, será o Auditório da Secretaria Nacional dos Direitos Humanos na Q-09 em Brasília – DF.

 

Desejo que seja do conhecimento de todos quão grande é a responsabilidade de está assumindo esse compromisso, e assim posso reconhecer a importância dos meus antecessores APNs no Conselho, Jacinta Maria e Leandro Dias a quem saúdo com carinho, bem como, minha Suplente nesta gestão Rejaje Rosa.

Então para fazê-los conhecer, informo os principais pontos da pauta: Apresentação do PPA 2012/2015; Apresentação da Pesquisa de Avaliação da Situação Segurança Alimentar e Nutricional em Comunidades Quilombolas; Segurança Alimentar e Nutricional da População Negra, dos Povos e Comunidades Tradicionais; Questionário do IPEA sobre os Conselhos Nacionais; Conferência Nacional de Saúde e a PNSPN; Plano de Ação Bilateral Brasil/EUA para Igualdade Racial – JAPER; Plano Nacional de Educação e Discussão e deliberação sobre as Comissões Permanentes do CNPIR.

 

Só para informar nós APNs temos cadeira na Comissão Permanente de Fomento à Criação e ao Fortalecimento de Conselhos de Igualdade Racial;

 

No mais, quero me comprometer de enviar sempre que possível mais informações sobre as demandas existentes.

 

Quero aqui desejar a todos um bom domingo, e dizer que estou confiante nos nossos passos rumo aos 30 anos.

 

Grande abraço!

 

Helcias Pereira

ANAJÔ – APNs/AL

Coordenador Nacional de Formação dos APNs

Conselheiro Nacional do CNPIR

Vereadora de Maceió se reúne com conselheiros do CNPIR

1 de junho de 2011 Deixe um comentário


Na manhã desta terça-feira (31.05) a vereadora por Maceió, Fátima Santiago (PP), recebeu os alagoanos que fazem parte do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial (CNPIR) – que é vinculado à Secretaria de Políticas Públicas para a Igualdade Racial (Seppir) – para um café da manhã em seu gabinete.

O ativista Helcias Pereira e a jornalista Valdice Gomes são conselheiros titulares no biênio 2010-2012 e representam, respectivamente, os Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs) e a Comissão Nacional de Jornalistas pela Igualdade Racial (Conajira). O CNPIR é formado por 44 representantes, sendo 22 representantes de órgãos públicos federais e 19 entidades da sociedade civil; tem como finalidade propor, em âmbito nacional, políticas de promoção da Igualdade Racial com ênfase na população negra e outros segmentos raciais e étnicos da população brasileira.

A reunião serviu para os conselheiros repassarem informações importantes sobre as demandas atuais do CNPIR e das entidades que fazem parte, assim como, garantir a parceria da vereadora na execução de políticas públicas na capital alagoana. Uma estratégia de ação importante deve ser a criação de um Conselho Municipal de Políticas para a Igualdade Racial, que irá contribuir para ampliar a discussão e a efetivação de projetos que garantam a valorização da história e cultura afro-brasileira, além de combater o racismo.

Outros pontos abordados no encontro foram: a necessidade de garantir a pavimentação nas praças Ganga Zumba e Zumbi dos Palmares; a participação na Escola Nacional de Formação dos APNs em julho de 2011; participação nas discussões sobre as comunidades quilombolas vítimas das enchentes e a construção das casas encontram-se paralisadas; além dos recursos federais destinados a estrada de acesso à Serra da Barriga que correm o risco de retornarem devido ao atraso da obra.

Fonte: www.fatimasantiago.com