Inicial > Anajô, APN's, Movimento negro > Carta aos membros do Mocambo Anajô

Carta aos membros do Mocambo Anajô

Anajô - APNs

CARTA AOS ASSOCIADOS DO CENTRO DE CULTURA E ESTUDOS ÉTNICOS ANAJÔ/APNs-ALAGOAS

Prezado (as) Malungos (as)

Neste último biênio nós que fazemos o ANAJÔ nos empenhamos efetivamente junto a outros malungos (as) local e nacional na construção, mobilização e execução da celebração de homenagem dos 30 ANOS aos Agentes de Pastoral Negros do Brasil – APNs. Nossa participação aconteceu de forma efetiva, absolutamente impar e inquestionável.

Sabemos dos grandes desafios que enfrentamos antes, durante e depois, das tantas dificuldades que nos condicionaram a vivenciar experiências para a vida. Digo que nosso empenho coletivo e individual, bem como nossa disponibilidade de tempo e bens pessoais como carros, acolhidas e aportes financeiros, se constituiu verdadeiramente em um investimento histórico para nós e para nossa organização institucional.

Demonstramos na prática que nossa entidade, considerando algumas limitações naturais e compreensíveis de alguns membros, é constituída de pessoas responsáveis, igualmente comprometidas com sua organicidade, e isso, dimensionou o ANAJÔ/APNs, eu diria, nacionalmente e internacionalmente, pois, cada malungo APN advindo dos Estados, voltou com a certeza de que fizemos o melhor, de que lutamos para conseguir cada item da estrutura oferecida, e isso também requer que não nos esqueçamos dos grandes parceiros que fizemos, seja: nos municípios apoiadores, nas instâncias Governamentais do Estado (local e federal), empresas e ONGs parceiras, faculdades, universidade, e é claro, dos amigos (as) e parlamentares comprometidos (as) com a nossa causa. Por fim, considerando que os APNs hoje estão diretamente envolvidos na organização do Afro-Madri que será um grande acontecimento na Espanha em 2014, nos coloca enquanto Mocambo filiado, partícipe dessa história, obviamente inserido do campo da internacionalização. De fato o nome ANAJÔ já faz parte desse contexto, basta que fiquemos atentos e uníssonos.

Malungos (as) é fato que priorizamos os 30 ANOS, mas não podemos negligenciar em esquecimento que nossa entidade foi igualmente sujeito da história em várias demandas em nosso estado. Portanto, cabe elencar aqui algumas intervenções importantes: A saber:

  • Participamos em 24 de abril de 2012 da visita oficial da Ministra Luiza Bairro quando a mesma assinou Acordo de Cooperação entre o Governo Federal e o Governo do Estado de Alagoas;
  • Em setembro de 2012 articulamos e participamos com boa representação na primeira reunião com representantes da SEPPIR e SNJ-PR num diálogo informal sobre o Plano Nacional de Combate ao Extermínio de Juventude Negra lançado em forma “piloto” em Alagoas enquanto PLANO JUVENTUDE VIVA; momento este em que informei pela primeira vez a possibilidade de criarmos a FRENTE ALAGOANA DE APOIO A PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL – FAPIR, a partir de então, fizemos parte da Comissão Especial que preparou o manifesto da Sociedade Civil de Alagoas sobre o Plano Juventude Viva que foi entregue nas mãos da Ministra Luiza Bairros com cópia para o Ministro Gilberto Carvalho no Palácio República dos Palmares em Maceió e é claro, participamos finalmente do lançamento do Plano Juventude Viva em Alagoas acontecido na manha do dia 24 de setembro no Centro de Convenções de Maceió;
  • posteriormente estivemos em várias reuniões com representantes do Governo Federal (SEPPIR, SNJ) e Superintendências da Juventude (SEC. ART. POLITICA e SMCDH) para discutir o entendimento do próprio “plano”;
  • No dia 04 de dezembro apoiamos e participamos efetivamente do ato dos religiosos de matriz africana contra o impedimento da Prefeitura Municipal de Maceió em relação a livre programação na Praia de Pajuçara no dia 08 de dezembro, no dia seguinte fizemos em parceria com outros companheiros a primeira visita a ALE junto aos companheiros ligados PRÓ-FAPIR para apelar ao Deputado Fernando Toledo (presidente da ALE) visando garantir a votação do Projeto de Lei que criaria o Conselho Estadual da Igualdade Racial em Alagoas – CONEPIR ainda em 2012;
  • No dia 08 de dezembro acompanhamos in loco a programação na Praia de Pajuçara no dia de Iemanja – festa das águas, com pronunciamento em palco;
  • No dia 17 de dezembro participamos da aprovação do Regimento Geral da Frente Alagoana de Apoio a Promoção da igualdade Racial – FAPIR; No dia 18 de dezembro participamos da segunda visita ao gabinete do Dep. Fernando Toledo, junto aos Deputados Judson Cabral, Dudu Holanda e Antonio Albuquerque para garantir que o PL fosse colocado em pauta do dia 20 de dezembro, sendo que a votação aconteceu apenas no dia 26, quanto houve a aprovação da lei 381/2012 da criação, composição e competências do CONEPIR;
  • No dia 26 de dezembro acompanhamos in loco na ALE a votação do PL do CONEPIR que foi aprovado por unanimidade pelos deputados, embora constou-se em reunião da FAPIR alguns modificações prejudiciais ao Movimento Negro e recorrido ao Governo que o equivoco fosse dirimido;
  • No dia 30 de dezembro participamos da gravação do Programa de Quintal – sobre o carnaval de Maceió no Quintal Cultural na Vila Brejal;
  • dia 09 de janeiro de 2013 participamos da reunião ampliada de articulação da FAPIR para discutir e aprofundar o Regimento interno, bem como, discutir a possível composição do Comitê Gestor do Plano Juventude Viva em Alagoas;
  • No dia 16 de janeiro participamos da reunião de articulação da FAPIR quando em discussão fizemos indicação de nomes para compor o Comitê Gestor do Plano Juventude Viva, sendo Fernanda Monteiro indicada para representar o ANAJÔ;
  • Dia 02 de fevereiro participamos do lançamento oficial da FAPIR durante programação cultural em memória do Quebra de Xangô em Jaraguá; em 06 de fevereiro fizemos parte da Vigília Afro em reflexão sobre a “destruição” do Quilombo dos Palmares na Serra da Barriga em 1694;
  • Em 15 de fevereiro participamos da reunião sobre o ato a ser feito sobre a morte do jovem artista Guto Bandeira no Quintal Cultural;
  • Dia 20 de fevereiro participamos da posse do Comitê Gestor do Plano juventude Viva/AL, momento em que houve um manifesto frente aos gestores sobre a morte do jovem Guto e a violência desenfreada em Alagoas.

Recentemente estamos participando e acompanhando os encaminhamentos da COEPIR ALAGOAS, visando uma participação efetiva na III COEPIR em 30 de julho (Maceió/Metropolitana), 19 e 20 de agosto COEPIR ESTADUAL e 05 a 07 de novembro a III CONEPIR em Brasilia.

Em tempo, precisamos ficar atentos para acompanhar e fomentar o melhor na composição do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial – CONEPIR cujo Decreto foi publicado no ultimo dia 03 de julho de 2013. A FAPIR deverá discutir coletivamente quais encaminhamentos deveremos fazer.

Por último, chamo a atenção quanto a IMPORTÂNCIA de cada um (a) de nós dentro do processo de construção, sobretudo, mantendo firme e confiante a nossa entidade, com seriedade, compromisso e visão crítica de transformação. Nesse sentido, aguardo a todos (as) FILIADOS na Assembleia Geral Eletiva do ANAJO que acontece nesta terça-feira dia 09 de julho de 2013 as 19h00 na sede da entidade na Rua Caetés – Jacintinho.

Maceió, 07 de julho de 2013.

Helcias Roberto Paulino Pereira
(Presidente Interino)

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: