Inicial > Anajô, APN's, Igualdade Racial, Movimento negro, Notícias e política > Conferência na região dos quilombos

Conferência na região dos quilombos

Nessa quinta-feira (18.07) terá a segunda etapa das conferências regionais de Promoção da Igualdade Racial, a partir das 8h, no auditório da Prefeitura de União dos Palmares que é preparatória para a III Conferência Estadual, nos dias 19 e 20 de agosto, com o tema: “Democracia e desenvolvimento sem racismo: por uma Alagoas afirmativa”.
A atividade é destinada à população de toda Zona da Mata alagoana, abrangendo o Vale do Paraíba e Vale do Mundaú; área que também é conhecida no meio turístico como Região dos Quilombos. Nessa etapa, devem participar pessoas oriundas de 17 municípios: Atalaia, Branquinha, Cajueiro, Capela, Chã Preta, Flexeiras, Ibateguara, Joaquim Gomes, Mar Vermelho, Murici, Paulo Jacinto, Pindoba, Quebrangulo, Santana do Mundaú, São José da Laje, União dos Palmares e Viçosa.
De acordo com a Comissão Organizadora Estadual, caso o município não possua todos os segmentos sugeridos (Afrodescendentes, capoeiristas, religião de matrizes africanas, quilombolas, ciganos, judeus e palestinos, juventude negra) deve ser assegurada, a representação do gestor público, entre outros agentes políticos e sociais podem se inscrever como delegados e delegadas, onde serão eleitos 36 participantes.
Ao todo existem quatro eixos de discussão: EIXO1 – Estratégias para o desenvolvimento e o enfrentamento ao racismo; EIXO2 – Políticas de igualdade racial no Município e no Estado: avanços e desafios; EIXO3 – Arranjos Institucionais para assegurar a sustentabilidade das políticas de igualdade Racial / SINAPIR; EIXO4 – Participação política e controle social: igualdade racial nos espaços de decisão; mecanismos de participação da sociedade civil no monitoramento das políticas de igualdade racial.
Para subsidiar os debates e estimular a participação nas proposições, serão palestrantes e facilitadores dos grupos de trabalhos: Geraldo de Geraldo de Majella, Superintendente dos Direitos Humanos (SEMCDH); Silvana Matos, Diretoria de Gestão Estratégica (SESAU); Margareth Magalhães, Diretoria de promoção e saúde (SESAU); Edson Bezerra, Professor em Antropologia (Uneal); Zezito Araújo, Técnico pedagógico da Secretaria de Estado da Educação e Coordenador do Curso de História (Cesmac); e Helcias Pereira – Diretor do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô (APNs-AL) e Conselheiro Nacional de Políticas para Igualdade Racial (CNPIR/Seppir).
Que os ideais dos guerreiros quilombolas aflorem e proporcionem bons debates, principalmente, desencadear mais políticas públicas para garantir vida digna, respeito e igualdade. Axé!

Fonte: Coluna Axé – 258ª edição – Jornal Tribuna Independente (16 a 22/07/2013)
Editora: Helciane Angélica 

 

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: