Arquivo

Posts Tagged ‘Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Conepir)’

Anajô participa da segunda gestão do Conepir/AL

4 de julho de 2017 Deixe um comentário

Texto e fotos: Helciane Angélica – Jornalista

DSC_0028

No dia 4 de julho de 2017, no auditório do Instituto de Terras e Reforma Agrária de Alagoas (Iteral), foi realizada a primeira reunião ordinária da gestão 2017/2019  do Conselho Estadual de Promoção de Igualdade Racial (Conepir-AL).

O Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô – entidade alagoana vinculada aos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs) – ocupa uma das vagas da sociedade civil no Conselho e o termo de posse foi assinado por Maria Madalena da Silva e Benedito Jorge da Silva Filho, respectivamente, na condição de membro titular e suplente.

No primeiro momento da reunião, foram repassados os informes político-sociais e eventos; realização da leitura do Regimento Interno e a eleição seguida da posse da mesa diretora. Foi aprovado por aclamação: Helcias Pereira (Assessor Técnico para Políticas de Promoção da Igualdade Racial na Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos – Semudh) como novo presidente do Conepir; na vice-presidência, Queila Brito (filha de santo da casa de axé Grupo União Espírita Santa Bárbara – Guesb); e como secretária geral, Leone Manoel da Silva, que atua como Assessora Técnica dos Núcleos Quilombolas e Indígenas no Iteral.

A jornalista Valdice Gomes, presidenta durante o período de 2014/2017, concluiu a sua missão e destacou a importância do Conselho, que nasceu a partir da luta e organização da sociedade civil para fortalecer as políticas afirmativas no Estado de Alagoas, atendendo aos anseios da população negra, comunidades quilombolas, povos indígenas e ciganos.

Leone Silva, Helcias Pereira e Queila Brito

Também foram pontos de pauta: a IV Conferência Estadual de Promoção de Igualdade Racial – COEPIR; realização do 3º Encontro de Comunidades Quilombolas e Povos Tradicionais de Terreiro de Alagoas (Enconquite) e a elaboração do Seminário sobre a Serra da Barriga.

De acordo com o presidente eleito Helcias Pereira – também integrante do Anajô/APNs – a nova diretoria atuará como uma coordenação executiva e terá como prioridades: a reformulação do Regimento Interno; investimento na formação sociopolítica e pertencimento étnico; a criação de conselhos municipais e a inserção de órgãos públicos de Igualdade Racial em todo Estado de Alagoas.

Estiveram presentes representantes de oito instituições do Poder Público Estadual: Iteral, Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), Gabinete Civil, Secretaria de Segurança Pública, Secult, Seduc, Seades e Semudh. A sociedade civil foi representada pelo Guesb, Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira), Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô, Federação Zeladora das Religiões Tradicionais Afro-Brasileiras em Alagoas (Fretab), Ile Nifé Omí Omo Posu Beta, Comitê Intertribal de Mulheres Indígenas (COIMI), Federação de Capoeira do Estado de Alagoas (Feceal) e Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal).

DSC_0037

X Seminário Negritude e Resistência em Arapiraca

16 de novembro de 2015 Deixe um comentário
A Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) realizará de 16 a 18 de novembro, em Arapiraca, o X Seminário Negritude e Resistência. Há 10 anos, a temática ganhou visibilidade na instituição por meio da atuação do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (Neab), com a promoção de debates e intercâmbio de questões envolvendo as culturas de matriz africana no Brasil e em Alagoas.
Um dos palestrantes será o ativista Helcias Pereira: Vice Presidente do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô; membro do  Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Conepir-AL) e Coordenador Geral dos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs).
Mais informações: http://www.uneal.edu.br/ 
12227768_442334002622548_1368157261620893330_n

Movimento negro alagoano se reúne com presidenta da FCP

15 de outubro de 2015 Deixe um comentário

12167024_929631473798568_479657545_n

Anajô-APNs consegue vaga no CONEPIR

10 de agosto de 2013 Deixe um comentário

Foto-0679Nessa sexta-feira (09.08.13), no Palácio República dos Palmares – Sede Administrativa do Governo de Alagoas – ocorreu uma assembleia convocada pela Secretaria Estadual da Mulher, Cidadania e Direitos Humanos, para definir a composição do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Conepir) no Estado de Alagoas. Ao todo serão 26 membros titulares com seus respectivos suplentes, sendo 13 membros do Poder Público e 13 da sociedade civil.

O Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô – entidade alagoana filiada aos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs) – para concorrer a uma das vagas seguiu a risca o edital e levou a documentação: cópia do estatuto, ata de fundação e a ata de posse da atual diretoria – registrados em cartório; inscrição no CNPJ; ofício com dados dos representantes; além de uma carta de apresentação com registro fotográfico e um exemplar do catálogo dos 30 anos dos APNs. O Mocambo Anajô será representado por Severino Claudio de Figueiredo Leite (Mestre Claudio) e Maria Madalena da Silva (atual presidenta da entidade), respectivamente, na condição de membro titular e suplente.

Confira a lista completa das entidades da sociedade civil eleitas:

* Cinco (5) representantes da população negra, entidades sindicais e sócio-culturais que atuem na promoção da igualdade racial:

  • Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô/APNs
  • Centro de Formação e Inclusão Social Inaê/GUESB
  • Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira-AL)/Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Alagoas (Sindjornal)
  • Coordenação de Direitos Humanos, Gênero, Raça e Etnia/Sindicato dos Trabalhadores da Universidade Federal de Alagoas (Sintufal)
  • Secretaria de Combate ao Racismo/Central Única dos Trabalhadores (CUT-AL)

* Dois (2) comunidades quilombolas

  • Coordenação Estadual das Comunidades Quilombolas do Estado de Alagoas – GANGA ZUMBA. Possui na sua composição quilombolas de vários municípios: Arapiraca, Traipu, Santa Luzia do Norte, Cacimbinhas, Batalha, Carneiros, União dos Palmares, Olho D’água das Flores, Senador Rui Palmeira.

* Dois (2) povos indígenas

  • Comunidade Wassu Cocal (Joaquim Gomes)

* Dois (2) povos e comunidades tradicionais de matriz africana

  • Omi Omo Posu Betá
  • Núcleo de Cultura Afro Brasileira (Casa de Iemanjá)

* Um (1) representante de comunidade cigana

  • LECHIE (Maceió) – Titular
  • Comunidade Tradicional de Ciganos do Município de Carneiros – Suplente

* Um (1) representante da capoeira

  • Federação Alagoana de Capoeira (Falc) – Titular
  • Grupo Muzenza de Capoeira – Suplente

Alagoas: Aprovação do Conselho da Igualdade Racial representa avanço

27 de dezembro de 2012 Deixe um comentário
Por: Helciane Angélica – Jornalista

 

Foto: http://www.encareosfatos.com.br

Na sessão extraordinária da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) realizada nessa quarta-feira (26.12), foi posto em pauta em caráter de urgência, o projeto de Lei 381/2012 encaminhado pelo Governo de Alagoas referente à criação, composição e competências do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Conepir).

O Conepir será um órgão colegiado paritário, com representantes da sociedade civil e de órgãos governamentais, de caráter deliberativo, que integrará a estrutura básica da Secretaria da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos. Composto por 22 membros titulares e respectivos suplentes, que terão a missão de propor, em âmbito estadual, políticas de promoção da igualdade racial com ênfase na população negra, comunidades quilombolas, indígenas, das religiões de matriz africana e outros segmentos étnicos da população alagoana.
Foto: http://www.izp.al.gov.br

Estiveram presentes 20 parlamentares na sessão, que também foi acompanhada por ativistas. O Deputado Judson Cabral (PT), foi o parlamentar que defendeu por meio de requerimento a urgência da aprovação do projeto e destacou a importância do PL. “Trata-se de um conselho de Direito que destacará a atuação do movimento social negro, e foi graças ao empenho dessas lideranças e o acolhimento da Casa de Tavares Bastos que estar sendo posto em votação. É importante que esse Conselho venha trazer ações que visam combater a discriminação racial e motivar a cidadania através de diretrizes, além de atuar em consonância com o Governo Federal”, destacou.

O deputado João Henrique Caldas (PTN), pediu a palavra ao Presidente da Casa, Fernando Toledo (PSDB), para congratular a iniciativa e sugerir que a ALE tenha uma vaga garantida no conselho estadual. Já o deputado Jeferson Morais (DEM) foi o relator especial que emitiu o parecer favorável.

A criação do Conepir representa um grande avanço no Estado de Alagoas, para garantir a igualdade racial nos aspectos econômico e financeiro, educacional, histórico-cultural, social e político. E os ativistas esperam que os clamores da população afro-ameríndia sejam realmente ouvidos.

Conselhos
Atualmente, existe conselho da igualdade racial no Distrito Federal e em 13 estados brasileiros. E na região Nordeste apenas os estados de Sergipe, Rio Grande do Norte e Ceará ainda encontram-se em processo de articulação. Todos atuam de forma independente, mas, podem encaminhar suas demandas para o Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial (CNPIR) que existe desde a criação da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), implantada no Governo Lula em 2003.
Foto: Helciane Angélica

Para o ativista alagoano Helcias Pereira, que é conselheiro titular no CNPIR e representante dos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs). “O Conepir será um instrumento de fomento e valorização do Estatuto da Igualdade Racial, e, é uma forma dos grupos étnicos interagirem e se fortalecerem institucionalmente. Também será um link direto com a Seppir, através do Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Sinapir), que prioriza os estados que tem conselho para garantir maior investimento e efetivação de políticas públicas. E agora, podemos realmente dizer que a ‘igualdade racial é pra valer’ em Alagoas”, afirmou.

 

CONEPIR e a Frente Alagoana

11 de dezembro de 2012 Deixe um comentário

Por: Helciane Angélica – Jornalista e integrante do Anajô

ÍndiceEssa semana, será decisiva no Estado de Alagoas!

O governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho, encaminhou para apreciação da Assembleia Legislativa do Estado o projeto de lei que dispõe sobre a criação, composição, e competências do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Conepir).

A expectativa é que ainda nessa semana seja lido em caráter de urgência e aprovado pelos parlamentares, sem dúvidas, representará mais uma grande vitória para o povo afro-ameríndio alagoano.

Será um órgão colegiado paritário, de caráter deliberativo e integrante da estrutura básica da Secretaria da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos – composto por 22 membros titulares e respectivos suplentes. Tem como finalidade propor, em âmbito estadual, políticas de promoção da igualdade racial com ênfase na população negra, das comunidades quilombolas, comunidades indígenas, das religiões de matriz africana e outros segmentos étnicos.

A criação do Conepir representa um grande avanço no Estado de Alagoas, para garantir a igualdade racial nos aspectos econômico e financeiro, educacional, histórico-cultural, social e político; além do combate do racismo institucional e a prática da intolerância religiosa. E também acredita-se que pode contribuir para o fortalecimento do movimento negro alagoano.

Frente Alagoana

Outro ponto importante que estar acontecendo, é a articulação da Frente Alagoana de Apoio a Promoção da Igualdade Racial e Defesa da Juventude Negra. E amanhã (12.12) às 15h, na sede da escola de samba Unidos do Poço, terá uma reunião para discutir a composição, objetivos e agenda política. Todo cidadão e cidadã que luta pela igualdade racial pode participar da articulação. Contatos: (82) 9600-9941 / 8868-4838 / 8878-8088 / 8854-7758.

E nós do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô/APNs estamos acompanhando e participando das principais atividades desse momento importante.