Arquivo

Posts Tagged ‘Delegação alagoana’

Bastidores: 15ª Assembleia Geral dos APNs

2 de maio de 2012 Deixe um comentário

Confira algumas imagens das atividades realizadas no período de 27 a 30 de abril de 2012, em Vitória (ES). Do Estado de Alagoas, estavam presentes quatro membros do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô.

A delegação alagoana teve uma forte atuação, com intervenções e ainda ajudou em várias atividades: Allex Sander Porfírio defendeu o projeto de inclusão das discussões GLBT na Comissão Permanente de Relação de Gênero; Helcias Pereira contribuiu como palestrante em uma das mesas do Seminário sobre os 30 anos e atividades na mística; Valdice Gomes foi uma das integrantes da Comissão Eleitoral; Helciane Angélica, tirou fotos e ajudou na atualização das redes sociais dos APNs.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Anúncios

15ª Assembleia Geral dos APNs acontece no Espírito Santo

27 de abril de 2012 1 comentário

Os Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs) terão uma ampla programação sócio-política e cultural, no período de 28 a 30 de abril em Vitória (ES).

Na sexta-feira (27), às 19h30 terá o Lançamento dos 30 Anos dos APNs na Assembleia Legislativa do Espírito Santo. No dia 28, das 8h30 às 17h, o seminário “Razões, Desafios e Expectativas para os 30 anos dos APNs”; nos dias 29 a 30, a 15ª Assembleia Geral da entidade nacional do Movimento Negro presente em 12 estados e no Distrito Federal, onde será aprofundada a discussão sobre: “Negritude e a questão da terra” e “Juventude: questões transversais que levam ao extermínio”; e ainda elegerá a nova Coordenação Nacional (Gestão 2012-2015).

O Estado de Alagoas também estará presente! No dia 24 de março, ocorreu a Assembleia Estadual dos APNs-Alagoas e foram eleitos os representantes da Delegação Alagoana: Helcias Pereira (delegado nato por ser da Direção Nacional), Allex Sander Porfírio, Helciane Angélica, Valdice Gomes, Maria Madalena da Silva, Heloisa Lima (suplente) – todos membros do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô; além de uma vaga para o Mocambo Esperança e Judivan Lopes (observador).

Dentre as propostas aprovadas em Alagoas, a serem apresentadas na Assembleia, estão:

1. Defender a criação das Comissões Especiais de Inquérito (CEIs) a serem estimuladas nas Câmaras de Vereadores nos municípios brasileiros, para avaliar o mapa da violência e o extermínio na juventude negra;

2. Participar do Movimento Nacional de mobilização com as famílias que tiveram filhos vitimados pela violência; (Trabalhar os dados atuais sobre o extermínio da Juventude Negra).

3. Incluir a discussão sobre o tema: FEMICÍDIO na Comissão Nacional da Relação de Gênero;

4. Ampliar o debate sobre as questões GLBT na Comissão Nacional da Relação de Gênero;

5. Discutir e cobrar políticas de inserção e acessão da juventude negra na educação, perpassando a questão cultural para a formação sócio-econômica, inclusive, nas comunidades tradicionais indígenas e quilombolas;

6. Discutir políticas e programas de acesso e permanência à terra e reconhecimento e titulações junto as CRQs;

Bastidores: Delegação alagoana na 14ª Assembleia dos APNs

30 de abril de 2011 Deixe um comentário

Assembleia Nacional dos APNs

Delegação alagoana: Helcias, Helciane, Valdice e Jorge (observador)

Malungo Helcias na reunião da Coordenação Nacional

Mística de Abertura

Cânticos afros entoam a alegria de ser APNs

Helcias Pereira - Coordenador Nacional de Formação/APNs

Maranhão … chegamos!!!

20 de abril de 2011 Deixe um comentário

Valdice, Helciane e Helcias ... esperando a carona, no Aeroporto de São Luiz (MA)

 
Finalmente estamos em São Luiz no Maranhão! Após uma viagem tranquila, mas cansativa, saímos de Maceió com escalas em Salvador, Recife e Fortaleza … quase passamos pelo Nordeste todo para finalmente chegar na cidade conhecida por  ilha dos amores, capital brasileira do reggae e terra do Bumba-meu-boi.

Durante todo o trajeto estive bem acompanhada, ao lado do meu pai Helcias Pereira e da amiga jornalista Valdice Gomes – pessoas que admiro, onde estou aprendendo muito sobre as questões étnicorraciais e crescendo politicamente.

Juntos, formamos a delegação alagoana que participará nos dias 21 a 24 de abril, em plena semana santa, da 14ª Assembleia Nacional nos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs), importante entidade que completou 28 anos de atuação no país. Estamos representando o Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô, o Mocambo Anajô, organização não-governamental que renovou o vínculo com os APNs em 2009. 

O principal objetivo desta assembleia é garantir as reformas e alterações do Estatuto e Regimento Interno, também, terão grupos de trabalho, debates, palestra, e lógico, integração sócio-cultural entre os participantes. Saiba mais: http://www.apnsbrasil.org/.
 
 

APNs de Alagoas se preparam para a Assembleia Nacional

27 de março de 2011 Deixe um comentário

 

Por: Helciane Angélica – Jornalista/ Presidente do Anajô / Coordenadora Estadual dos APNs-AL

 

Malungas e malungos dos mocambos ANAJÔ e ESPERANÇA que atuam em Maceió participaram durante todo o sábado (26.03) do Encontro de Formação dos Agentes de Pastoral Negros (APNs) em Alagoas. A atividade foi realizada em uma casa próximo à bela praia de Tabuba, localizada na Barra de Santo Antônio, litoral norte do Estado.

Os APNs de Alagoas se encontraram para mais uma atividade formativa e também de preparação para a Assembleia Extraordinária Nacional que acontecerá no próximo mês em São Luiz no Maranhão. O encontro serviu para aprofundar a reflexão histórica sobre “Ser negro, ter consciência negra … ser APN no Brasil”, palestra apresentada por Helcias Pereira – Diretor do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô e Coordenador Nacional de Formação APN – que já fez essa explanação no Estado de Tocantins, no Encontro APNs da Região Sudeste e foi convidado para apresentar na cidade de Cataguazes, interior de Minas Gerais.

O debate foi bem expressivo, diante das informações repassadas sobre os conhecimentos existentes no continente africano antes dos europeus explorá-los e escravizá-los; além da importância dos abolicionistas, a Frente Negra Brasileira e a atuação da Imprensa Negra na divulgação das comunidades negras e para o fortalecimento da identidade étnica.

Também foram discutidos os estereótipos condicionados ao povo negro, ao longo da história, nos mais diversos setores da sociedade e que são combatidos pelo movimento negro, em especial, pelos APNs que completaram 28 anos de atuação e estão presentes em todas as regiões do Brasil.

Foram analisadas diversas formas de discriminação racial e o racismo (ato de criminalizar, segregar pessoas devido a cor da pele e/ou etnia) praticadas cotidianamente, principalmente, no ambiente escolar. As “brincadeiras” durante a infância são cruéis na sua essência, e só contribuem para a baixa-estima, desconhecimento da história e cultura afro-brasileira, além do afastamento das heranças ancestrais.

Os participantes também receberam exemplares de uma pequena cartilha sobre o Estatuto da Igualdade Racial e a edição especial da Revista Palmares publicada em novembro de 2010.

 

DELEGAÇÃO ALAGOANA

Outro ponto importante do encontro foi a leitura do Manual Orientador da XIV Assembleia Nacional e a análise crítica do estatuto da entidade nacional. Os participantes fizeram seus destaques sobre as sugestões de acréscimos e alterações, que serão defendidas pela delegação alagoana no Maranhão.

Na ocasião, também foram referendados os representantes do Estado de Alagoas: Helcias Pereira por fazer parte da Coordenação Nacional dos APNs que é delegado nato; mas das cinco vagas disponíveis, já estão com passagens compradas às jornalistas Helciane Angélica e Valdice Gomes. Além desses, outras pessoas estão interessadas em participar e analisarão as condições financeiras, a exemplo: da professora de ensino religioso Heloisa Lima; a funcionária pública e formada em Administração de Empresas, Laurita Cristina Santos; e o sociólogo Carlos Martins na condição de observador.