Arquivo

Posts Tagged ‘Formação’

A realidade dos povos tradicionais será tema de roda de conversa

2 de julho de 2017 Deixe um comentário

tambor falante

Por: Luila de Paula – Jornalista

Para promover reflexões sobre o preconceito e a vulnerabilidade social em Alagoas, o Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô realizará mais uma edição do Projeto TAMBOR FALANTE sobre o tema: Os desafios na atual conjuntura dos povos tradicionais.

O encontro acontecerá nesse sábado (08/07), às 15h, no auditório do Estádio Rei Pelé, no Trapiche da Barra e contará com as intervenções dos facilitadores Zezito Araújo (Mestre em História do Brasil e Professor de História da Secretaria de Educação de Alagoas) e Ednilsa Lima (Gerente de Articulação Social do Gabinete Civil e Coordenadora do Comitê Institucional de Políticas para as Comunidades Tradicionais de Alagoas).

Aberto ao público, o evento agrega ativistas dos segmentos afros, lideranças de movimentos sociais, além de pesquisadores e estudantes. No encerramento, terá a apresentação artística da banda Afro Afoxé.

Projeto – De grande relevância social O projeto “TAMBOR FALANTE: Refletindo, Debatendo e Transformando Realidades” foi um dos selecionados no Prêmio Eris Maximiniano 2015, uma realização da Prefeitura de Maceió, por intermédio da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC). Ao todo, serão cinco edições com temas diversos e busca contribuir para a troca de conhecimentos e a formação sociopolítica, que resultará na produção de um livro e DVD sobre os temas discutidos.

O Anajô é uma organização não-governamental fundada em dezembro de 2005, vinculada aos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs), instituição nacional do Movimento Negro que encontra-se presente em 14 estados brasileiros. Promove atividades de formação sobre a história do Quilombo dos Palmares; pertencimento étnico; conjuntura sociopolítica da população afro-brasileira; ações de combate ao racismo e preconceitos correlatos.

Participe!

CONVOCATÓRIA – FORMAÇÃO (14.02.16)

6 de fevereiro de 2016 Deixe um comentário

SERRA DA BARRIGA

Atenção malung@s do Anajô/APNs-AL!

No dia 14 de fevereiro (domingo) em nossa sede, teremos uma formação importante sobre o Quilombo dos Palmares e o Parque Memorial Quilombo dos Palmares localizado no platô da Serra da Barriga em União dos Palmares (AL).

Esse é o momento de fortalecermos o projeto Palmares in loco! A atividade será iniciada às 8h e o encerramento previsto para às 12h.

Quem puder, leve frutas e lanche para tomarmos café juntos e a manhã ser mais produtiva.

Abraço
Helciane Angélica- Secretaria Geral e de Comunicação

Membros do Anajô reúne amigos e familiares no Xirê de Malung@s

24 de novembro de 2015 Deixe um comentário

convite - Xirê de Malung@s - sede

Anajô realiza Xirê de Malung@s na sede da Coopvila

13 de novembro de 2015 Deixe um comentário

Durante o mês da consciência negra 2015, o Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô realiza um importante momento de integração, formação e sensibilização por meio do Xirê de Malung@s (Roda/Encontro de Companheiros/as de Luta) sobre o tema Pertencimento Étnico.

Nesse sábado(14.11), a atividade acontecerá na sede da Cooperativa Dos Catadores Da Vila Emater na Vila Emater II em Jacarecica, sendo destinada para: catadores(as) de materiais recicláveis, jovens e moradores da comunidade. Os parceiros são: Coopvila, Associação dos Moradores da Vila Emater II (Asmove) e o Centro de Educação Ambiental São Bartolomeu (Ceasb).

O Anajô é uma organização não governamental sediada em Maceió(AL), fundada em 2005, e vinculada aos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs).

 

convite - Xirê de Malung@s

Integrantes de grupos percussivos refletem sobre Pertencimento Étnico

9 de novembro de 2015 Deixe um comentário

DSC04360

Por: Helciane Angélica

 

O mês da consciência negra celebrado durante todo o mês de novembro, é o período que reverencia o dia 20 de novembro – Dia Nacional da Consciência Negra e de Zumbi dos Palmares – instituído oficialmente pela lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011. Trata-se de um mês destinando às atividades que exaltem a história e cultura afroalagoana, realização de apresentações culturais dos segmentos afros e realização de homenagens.

Esse também é o momento para estimular a reflexão sociopolítica sobre a realidade da população negra e das políticas e ações afirmativas, além de discutir sobre os impactos do racismo e a intolerância religiosa. Pensando nisso, o Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô – organização não governamental sediada em Maceió(AL), fundada em 2005, e vinculada aos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs) – realizará um importante projeto de formação e sensibilização no mês da consciência negra, o Xirê de Malung@s (Roda/Encontro de Companheiros/as de Luta) sobre o tema Pertencimento Étnico.

O Xirê de Malungos é uma das ações da instituição atuante no movimento social negro. Também são desenvolvidos: debates sobre a Serra da Barriga e o Parque Memorial Quilombo dos Palmares; palestras sobre racismo e políticas de igualdade racial; Tambor Falante (Ciclo de Debates) sobre as questões étnicorraciais; Cine-Fóruns (projeção de filmes/curtas e discussão); e o projeto Palmares in loco, que promove passeios étnicos e explanações sobre a História do Quilombo dos Palmares.

A programação do Xirê teve início no dia 8 de novembro, durante o evento Juntos & Misturados realizado pelas bandas afros Mandela, Zumbi e Afoxé. Um momento de integração, entretenimento e valorização da cultura afroalagoana, que ocorreu em frente à Escola Estadual Professor Rosalvo Lobo no bairro da Jatiúca em Maceió.

 

Bandas Afros

Na década de 1990, as bandas afros se proliferaram no Estado de Alagoas, se espalharam em vários bairros da capital alagoana, sendo a pioneira a banda afro Mandela (Jatiúca). Também foram formadas a banda Zumbi (Jacintinho), Afoxé (Trapiche), Tambores do Trapiche (Trapiche), Timbatuque (Trapiche), Ilê Axé (Feitosa), Axé Zumbi (Vergel), Civilização Negra (Vergel), e ainda, foram criadas a banda Afrolozzi (Associação Pestalozzi de Maceió) e a banda afro Meninos da Praça, um projeto de inclusão social do Centro Erê, integrado ao Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua.

Também foram promovidas várias oficinas de percussão, dança afro e expressão corporal em União dos Palmares, Viçosa e Pilar, que desencadearam a criação das bandas: Afro Revolução, Afro Dandara, Afro Zumba, Afro Gurgumba, dentre outras.

Todas, utilizaram as cores da identidade africana (preto, verde, vermelho e amarelo) nos instrumentos e para caracterizar seus figurinos; as canções destacavam a ancestralidade, a negritude, a beleza do nosso povo, história e riquezas culturais.

 

Registro fotográfico: 16ª Assembleia Nacional dos APNs

17 de setembro de 2015 Deixe um comentário

A 16ª Assembleia Nacional dos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs) foi realizada entre os dias 05 a 07 de setembro na cidade de Nova Iguaçu (RJ). O Estado de Alagoas, foi representado por dois integrantes do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô: Allex Sander Porfírio e Helcias Pereira. Eles, além de participarem efetivamente das discussões, também, foram eleitos para assumir funções na nova coordenação nacional gestão 2015-2018.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

 

Bastidores: 3º Encontro Estadual dos APNs-Alagoas

2 de setembro de 2013 1 comentário

Nesse domingo, na casa do malungo Mestre Claudio no bairro de Jacarecica em Maceió, integrantes dos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs) em Alagoas se reuniram para compartilhar conhecimentos e debater sobre a análise de conjuntura sócio-política do país e os avanços das questões étnicorraciais. No encerramento, ocorreu um almoço de confraternização.  Confira as imagens:

 

Este slideshow necessita de JavaScript.