Arquivo

Posts Tagged ‘Fundação Cultural Palmares’

Movimento negro alagoano se reúne com presidenta da FCP

15 de outubro de 2015 Deixe um comentário

12167024_929631473798568_479657545_n

“Bendito” acesso à Serra da Barriga

20 de agosto de 2013 Deixe um comentário

Por:  Helcias Pereira

Vice Presidente do Anajô / Coordenador Nacional de Formação dos APNs / Conselheiro Nacional de Igualdade Racial (CNPIR/Seppir)

Foto-0736Durante a manhã desse domingo (18.08) estive com o mesmo prazer e a alegria de sempre na Serra da Barriga – Parque Memorial Quilombo dos Palmares, acompanhando um grupo de mestres, contra-mestres e professores de capoeira. Fui convidado pela Federação Alagoana de Capoeira (Falc) para falar sobre a História do Quilombo dos Palmares e a Capoeira em sua contextualidade.
A alegria e a concentração do grupo não poderiam ser diferentes, visto que além de trazerem consigo a herança afro-ameríndia, são formadores sociais e de opinião através de seus ensinamentos na capoeiragem. Tudo teria sido perfeito se o “bendito” acesso à Serra da Barriga não fosse esta lástima de atraso e sofrimento, sobretudo, em tempos de chuva. Apesar da descontração de todos, sem exceção, empurrar o ÔNIBUS para não ficar no meio do caminho, foi no mínimo um descontentamento na alma.
O PMQP além de limpo e com suas coberturas vegetais concluídas minimizou em parte a decepção de ver a obra completamente inerte, cujos demais equipamentos continuam como antes, ou seja: Indispensavelmente “reparáveis”… Logo é urgente que a obra volte a tona, assim como, é recorrente o desejo de um dia ver essa estrada viabilizada e proporcionando acessibilidade ao maior e mais importante simbolo de liberdade que é a Serra da Barriga e que tem na figura do seu ultimo comandante-em-chefe Zumbi dos Palmares o título de Herói Nacional Brasileiro.
De minha parte farei contato direto com a FCP e me pronunciarei a respeito no Pleno do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial (CNPIR). Obviamente, nada nos impede de neste momento apresentar nossas felicitações aos gestores da Fundação Cultural Palmares por mais um ano de sua existência, e desejar que as dificuldades sejam dirimidas e as ações igualmente efetivadas a contento, como haverá de ser. Axé!

Após atraso de dois meses, começa obra no Parque Zumbi dos Palmares

31 de janeiro de 2013 Deixe um comentário
Administradores alegam que falta de água atrapalhou prazo da reforma.
Mesmo com a manutenção, espaço cultural continua aberto para visitação.
Após dois meses de atraso, as obras no Parque Zumbi dos Palmares começaram neste mês. Essa é a primeira reforma no espaço que foi inaugurado em 2007. As coberturas das ocas já foram retiradas e uma fossa está sendo construída na área do quilombola. O reparo no restaurante que funciona no local começa no 6 de fevereiro, segundo os administradores do Parque.
De acordo com a construtora responsável , a atraso para o início das obras se deu pela falta de água na região, pois a Lagoa dos Negros, que abastece o local, está com o nível muito baixo. Já que o parque está sem água, o abastecimento é feito de maneira improvisada, com caminhões pipa.
Autoridades federais estão estudando as melhores soluções para a falta de água no parque.“Estamos pensando na possibilidade de escavar um poço artesiano para abastecer por mais tempo a região”, explicou a fiscal do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Joelma Farias.
A reforma na estrutura do parque não fará com que as visitas parem. “Às vezes as pessoas vêm com uma programação de até de outro país, por isso o espaço não pode ser fechado. A reforma não impede a visitação”, explicou a representante da Fundação Cultural Palmares, Maria José da Silva. Segundo o Iphan, as obras no parque devem ser entregues até o mês de maio.
Fonte: G1-Alagoas
 
 

Observação: O nome correto do complexo arquitetônico é Parque Memorial Quilombo dos Palmares.

Nuno Coelho assume Escritório Regional da Fundação Cultural Palmares

26 de junho de 2012 Deixe um comentário

Na noite dessa segunda-feira (25.06) a Fundação Cultural Palmares, órgão vinculado ao Ministério da Cultura, oficializou a instalação do escritório no Estado de São Paulo que funcionará na Rua Formosa n° 367, 21º andar – Centro – CEP: 01049-911 – São Paulo.

Desde 2001, a FCP amplia sua missão de preservar e promover a cultura afro-brasileira por meio das representações regionais e, atualmente, encontra-se também em Alagoas, Bahia, Maranhão e no Rio de Janeiro.

O Presidente, Eloi Araújo, nomeou no último dia 1º de junho, Nuno Coelho de Alcântara Júnior como Chefe da Representação Regional. O ativista é o Coordenador Geral dos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs), ainda é Membro da Subcomissão de quilombos da Assembleia Legislativa de São Paulo e do Fórum de Educação.

Na solenidade, estiveram presentes autoridades, representantes de várias entidades negras, integrantes dos APNs, além de amigos e familiares do gestor empossado. O Estado de Alagoas, foi representado pelo ativista Helcias Pereira que é Vice-Presidente do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô (Mocambo Anajô) e Diretor Nacional de Formação dos APNs.

Saiba mais:  www.palmares.gov.br

Helcias Pereira participa da 1ª Semana de Cultura Palmarina em Alagoas

14 de maio de 2012 1 comentário

De 14 a 18 de maio de 2012 – auditório da 7ª CRE, União dos Palmares/AL

PROGRAMAÇÃO

14 de maio (segunda-feira): A Arqueologia do Quilombo dos Palmares

  • 19h – mesa de abertura
  • 20h – Palestra: Prof. Dr. Scott Joseph Allen – UFPE
  • 21h – debate

15 de maio (terça-feira): Da Escravidão em Alagoas às Ações Afirmativas

  • 19h – mesa de trabalhos
  • Profa. Ma. Márcia Susana Gonçalves
  • Profa. Dra. Clara Suassuna – Neab – UFAL
  • Prof. Esp. José Roberto Santos Lima
  • 21h – debate

16 de maio (quarta-feira): O Quilombo dos Palmares como referência na luta por libertação dos afrodescendentes

  • 19h- mesa de trabalhos
  • Profa. Mnda. Dariana Nunes
  • Prof. Dr. Luiz Sávio de Almeida – UFAL
  • Prof. Me. Zezito de Araújo – CESMAC
  • 21h – debate

17 de maio (quinta-feira): Religiões de Matriz Africana e Movimento Negro em Alagoas

  • 19h – mesa de trabalhos
  • Religioso de Matriz Africana
  • Profa. Dra. Irinéia Maria Franco – UFAL
  • Helcias Pereira – Ativista do movimento negro (APNs)/Conselheiro Nacional do CNPIR – SEPPIR
  • 21h – debate

18 de maio – sexta-feira

  • 19h – apresentações culturais – Grupo de Percussão e Dança Inaê – Santa Fé (GUESB)
  • 21h – entrega de certificados

 

CARTA ABERTA SOBRE A SERRA DA BARRIGA/AL

4 de maio de 2012 Deixe um comentário

Nós, integrantes da Associação Cultural Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs) reunidos na 15ª Assembleia Geral e Eletiva nos dias 29 e 30 de abril de 2012 – com representações dos estados de AL, BA, ES, GO, MA, MG, RJ, RS e SP – discutiram sobre os temas centrais: “Negritude e a questão da terra” e “Juventude – questões transversais que levam ao extermínio“, vem a público externar a preocupação com a situação da Serra da Barriga localizada no município de União dos Palmares (AL).

No dia 25 de abril do corrente ano, ocorreu mais um incêndio no Monumento Nacional, que teve início pela manhã e controlado apenas no final da tarde. Segundo divulgação dos principais veículos de comunicação do Estado de Alagoas, estima-se que cerca de 40 hectares de vegetação nativa e várias espécies da fauna foram consumidas pelas chamas, e o laudo técnico ainda será apresentado pelo Corpo de Bombeiros.

Infelizmente, os incêndios são frequentes na Serra da Barriga devido à “prática cultural” dos moradores da área tombada e circunvizinhança para o preparo da terra. O que nos deixa indignados e indignadas é a falta de estrutura para combater e prevenir os incêndios, que também ameaçam o Parque Memorial Quilombo dos Palmares – o primeiro complexo afro-arquitetônico das Américas.

  • Considerando a importância histórico-cultural da Serra da Barriga, inscrita no Livro de Tombamento Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico do Instituto do Patrimônio Histórico, Artístico, Nacional (IPHAN) em 1986;
  • Considerando o drama dos agentes florestais e o Corpo de Bombeiros para conter as chamas, devido ao uso de equipamentos deficientes e as dificuldades de acesso até o platô da Serra para a efetividade do trabalho, eles precisam contar com a sensibilização e o apoio de carros pipas;
  • Considerando a necessidade de ter um investimento maior na conscientização étnico-ambiental junto aos moradores e visitantes;

Os APNs do Brasil apontam para que o Governo Federal, através da Fundação Cultural Palmares vinculado ao Ministério da Cultura, faça um pronunciamento oficial em resposta à sociedade sobre as medidas que serão adotadas para a investigação dos culpados e na prevenção de outros casos de incêndio. Também propomos que seja criada uma Comissão Especial composta por representantes da sociedade civil e gestores para gerenciar as demandas da Serra da Barriga do Parque Memorial Quilombo dos Palmares.

Axé! 

Vitória-ES, 30 de abril de 2012.

Reportagens sobre o INCÊNDIO na Serra da Barriga

25 de abril de 2012 Deixe um comentário

A imprudência de um morador causou um incêndio de grandes proporções na Serra da Barriga, em União dos Palmares

 Os bombeiros tiveram muitas dificuldades para controlar as chamas.

Tv Pajuçara (Rede Record) – Jornal da Pajuçara Noite

Clique no link para assistir: http://tudonahora.uol.com.br/video/jornal-da-pajucara-noite/2012/04/25/a-imprudencia-de-um-morador-causou-um-incendio-de-grandes-proporcoes-na-serra-da-barriga-em-uniao-dos-palmares

_____________________________________________________________________________

40 hectares de mata atlântica da Serra da Barriga são destruídos em incêndio

Tv Gazeta (Rede Globo) –  AL Tv 2ª edição

Clique no link para assistir: http://gazetaweb.globo.com/v2/videos/video.php?c=15033

Hoje tem passeio no Parque

15 de abril de 2012 Deixe um comentário

APNs-Alagoas se encontram com Representação da Fundação Cultural Palmares

7 de março de 2012 Deixe um comentário

Da esquerda para direita: Luana Tavares, Genisete Sarmento, Valdice Gomes e Helciane Angélica

Na tarde dessa segunda-feira (05.03), na sede do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Alagoas (Sindjornal) localizado na cidade de Maceió, ocorreu uma reunião entre as jornalistas Helciane Angélica e Valdice Gomes, com Genisete Sarmento e Luana Tavares do Escritório da Representação Estadual da Fundação Cultural Palmares.

Na ocasião, foi abordado um pouco sobre a trajetória do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô, realização de atividades de formação, o Palmares in loco (visitas étnicas com explanação histórica e passeio no Parque Memorial Quilombo dos Palmares), além da participação no mês da consciência negra. Mas, o foco central do encontro foi a apresentação do projeto sobre as comemorações do aniversário de 30 anos dos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs) e a busca de parceria com o órgão federal vinculado ao Ministério da Cultura.

Também teve no diálogo, perguntas sobre a estrada de acesso a Serra da Barriga e a necessidade de ter a reforma dos espaços contemplativos do Parque. Genisete acredita que até junho desse ano aconteça a reforma, até porque encontra-se um projeto em tramitação no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN); e ainda existe uma emenda parlamentar da bancada alagoana da Câmara Federal que prevê 12 milhões do Ministério da Integração Nacional, para a construção de um terceiro acesso, melhorias e revitalização em toda infra-estrutura do Parque, incluindo restaurante e mirantes, transformando-o em um local seguro para o passeio de turistas e nativos.

As profissionais de comunicação também reforçaram o compromisso na divulgação das ações da Representação Estadual por meio das ferramentas da Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira-Alagoas): Coluna Axé publicada todas às terças-feiras no jornal Tribuna Independente, o blog http://cojira-al.blogspot.com/ e a página no Twitter @cojiraal.

Cerimônia afro

15 de novembro de 2011 3 comentários

Por: Helciane Angélica – Integrante da Cojira/AL (*)

O dia 13 de novembro de 2011 entrou para a história! A Serra da Barriga em União dos Palmares, na zona da mata alagoana, foi palco de mais um evento que mexeu com o coração de várias pessoas e exaltou a memória do líder negro Abdias do Nascimento (14/03/1914-24/05/2011), que ainda em vida desejou que suas cinzas fossem depositadas no local.

“Abdias deu uma contribuição enorme ao Brasil e ao mundo, um legado de luta contra a intolerância religiosa, racismo e todas as formas de discriminação. E suas cinzas irão encontrar com todos os quilombolas que derramaram seu sangue em busca de liberdade”, disse Eloi Ferreira de Araújo, Presidente da Fundação Cultural Palmares/Ministério da Cultura, ao dar boas-vindas às pessoas que vieram de várias partes do Brasil e do exterior.

A Ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), Luiza Bairros, também prestigiou a cerimônia e destacou que “Abdias é uma das figuras mais importantes para a história do Brasil, porque antecipou a luta política em defesa das questões étnicorraciais, traçou naquela época, a pauta do movimento negro”, afirmou.

Um dos momentos mais emocionantes da celebração foi a oferenda aos ancestrais realizada pelo professor Anani Dzidzenyo, percussionistas nigerianos e os filhos de Abdias: Abdias Filho, Henrique Garcia e Osiris Nascimento – os dois primeiros filhos com a atriz Léa Garcia, e o outro com a psicóloga Elsa Larkin, que também estavam presentes. Juntos, ofereceram o rum jamaicano representando a diáspora africana; a cachaça do Brasil; vinho, bebida preferida do ativista; e a água, símbolo de paz – foi um momento de muita paz e energia, abrilhantado com a chuva. Também teve a leitura do poema “Escalando a Serra da Barriga” interpretado por Chico de Assis e Debora Almeida.

Dentre as autoridades presentes, estiveram: Kátia Born, Secretária de Estado da Mulher, Cidadania e Direitos Humanos; Osvaldo Viégas, Secretário de Estado de Cultura; Genisete Sarmento, representante do escritório da FCP em Alagoas; Elson Davi, Secretário Municipal de Cultura de União dos Palmares; Isabel Gomes; Secretária Municipal de Turismo; ex-Deputado Estadual Paulão; Fátima Santiago, representando a Câmara Municipal de Maceió.

As cinzas de Abdias Nascimento foram depositadas no alto da Serra da Barriga em União dos Palmares junto com mudas de árvores sagradas como a gameleira e o baobá. A cerimônia contou com a presença de ialorixás e babalorixás de várias casas de axé de Alagoas, lideranças do movimento negro local e nacional (APNs, Conen, Unegro, MNU e Centro de Estudos e Defesa do Negro no Pará-Cedenpa), pesquisadores, estudantes, artistas, admiradores de vários países e veículos de comunicação.

A cerimônia foi encerrada como o povo negro gosta, celebrando a vida e a morte, ao som dos tambores com a apresentação do grupo baiano Ilê Aiyê, dança-afro e roda de capoeira. Abdias foi merecidamente homenageado com pompas de rei. Axé!

(*) Fonte: Coluna Axé – nº176 – Jornal Tribuna Independente (15.11.11)

Acesse também: www.cojira-al.blogspot.com e  www.helciane-angelica.blogspot.com