Arquivo

Posts Tagged ‘Homenagem’

Integrantes dos APNs são homenageadas em Alagoas

31 de março de 2012 Deixe um comentário

A jornalista Valdice Gomes e a médica ginecologista/vereadora Fátima Santiago

Na noite dessa quarta-feira (28.03.12) no imponente Teatro Deodoro em Maceió, ocorreu a entrega do prêmio Selma Bandeira. A atividade foi uma realização da empresa Eventur’s em parceria com a Prefeitura de Maceió, Instituto Zumbi dos Palmares, Sesi e Sebrae.

No mês onde se comemora o Dia Internacional da Mulher (08 de março), foram homenageadas 25 mulheres que contribuem para o desenvolvimento econômico, político e social em prol da igualdade de direitos na sociedade, dentre elas: a médica e ginecologista Fátima Santiago e a jornalista Valdice Gomes, que fazem parte da família dos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs).

Para a jornalista e Coordenadora dos APNs-Alagoas, Helciane Angélica, trata-se de uma homenagem justa porque são mulheres que se destacam em suas profissões e são comprometidas com as questões étnicorraciais. “Fiquei muito feliz em prestigiar esse momento, ainda mais, sabendo que nesse universo de mulheres brilhantes que foram selecionadas tiveram duas pessoas que fazem parte dos APNs e contribuem a sua maneira para a igualdade racial em diferentes setores. São duas mulheres encantadoras que a cada dia demonstram seu esforço e competência nos espaços de poder, e merecem o nosso aplauso e incentivo sempre“, destacou.

A premiação recebe o nome de uma mulher forte, Selma Bandeira, que foi médica e deputada estadual na década de 80, atuou pelo fim da violência e na defesa dos direitos humanos. Sua coragem e ousadia fizeram dela um marco e um diferencial pelas causas femininas.

Confira abaixo um resumo sobre a trajetória das nossas malungas homenageadas e outras fotos no blog da Baixinha Helci.

FÁTIMA SANTIAGO

Nasceu em Cabo Verde, país localizado no continente africano, mora no Brasil desde 1975 e foi naturalizada em 1988. É Médica especialista em Ginecologia e Obstetrícia há 28 anos, pós-graduada em Medicina do Trabalho, além de ter formação em Vídeo-histeroscopia e Diagnóstico Cirúrgico. Há 30 anos, ela desenvolve o trabalho de prevenção do câncer de colo uterino e câncer de mama nas comunidades carentes do Estado. E na área política, é vereadora por Maceió pelo Partido Progressista (PP), encontra-se no terceiro mandato, ocupa a função de 2ª Vice-Presidente na Mesa Diretora da Câmara Municipal e é a única parlamentar negra. Oficializou a sua filiação aos APNs em julho de 2011, na cidade de São Paulo (SP), durante a 1ª etapa da Escola Nacional de Formação.

 

VALDICE GOMES

É natural de Maceió -Alagoas e iniciou no jornalismo em 1979, exerceu as funções de: revisora, repórter da editoria de geral, pauteira e chefe de reportagem; além de atuar na área da assessoria de imprensa, onde prestou serviços à Secretaria Municipal de Saúde de Maceió, ao Fundo de Microcrédito do Governo do Estado (Funcred) e na Secretaria Estadual de Saúde (Sesau). Atualmente, encontra-se no segundo mandato no Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Alagoas (Sindjornal), representa a Comissão Nacional de Jornalistas pela Igualdade Racial (Conajira/Fenaj) no Conselho Nacional de Políticas pela Igualdade Racial (CNPIR/Seppir) e faz parte da Diretoria do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô, entidade vinculada aos APNs em Alagoas.

Anúncios

Cerimônia afro

15 de novembro de 2011 3 comentários

Por: Helciane Angélica – Integrante da Cojira/AL (*)

O dia 13 de novembro de 2011 entrou para a história! A Serra da Barriga em União dos Palmares, na zona da mata alagoana, foi palco de mais um evento que mexeu com o coração de várias pessoas e exaltou a memória do líder negro Abdias do Nascimento (14/03/1914-24/05/2011), que ainda em vida desejou que suas cinzas fossem depositadas no local.

“Abdias deu uma contribuição enorme ao Brasil e ao mundo, um legado de luta contra a intolerância religiosa, racismo e todas as formas de discriminação. E suas cinzas irão encontrar com todos os quilombolas que derramaram seu sangue em busca de liberdade”, disse Eloi Ferreira de Araújo, Presidente da Fundação Cultural Palmares/Ministério da Cultura, ao dar boas-vindas às pessoas que vieram de várias partes do Brasil e do exterior.

A Ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), Luiza Bairros, também prestigiou a cerimônia e destacou que “Abdias é uma das figuras mais importantes para a história do Brasil, porque antecipou a luta política em defesa das questões étnicorraciais, traçou naquela época, a pauta do movimento negro”, afirmou.

Um dos momentos mais emocionantes da celebração foi a oferenda aos ancestrais realizada pelo professor Anani Dzidzenyo, percussionistas nigerianos e os filhos de Abdias: Abdias Filho, Henrique Garcia e Osiris Nascimento – os dois primeiros filhos com a atriz Léa Garcia, e o outro com a psicóloga Elsa Larkin, que também estavam presentes. Juntos, ofereceram o rum jamaicano representando a diáspora africana; a cachaça do Brasil; vinho, bebida preferida do ativista; e a água, símbolo de paz – foi um momento de muita paz e energia, abrilhantado com a chuva. Também teve a leitura do poema “Escalando a Serra da Barriga” interpretado por Chico de Assis e Debora Almeida.

Dentre as autoridades presentes, estiveram: Kátia Born, Secretária de Estado da Mulher, Cidadania e Direitos Humanos; Osvaldo Viégas, Secretário de Estado de Cultura; Genisete Sarmento, representante do escritório da FCP em Alagoas; Elson Davi, Secretário Municipal de Cultura de União dos Palmares; Isabel Gomes; Secretária Municipal de Turismo; ex-Deputado Estadual Paulão; Fátima Santiago, representando a Câmara Municipal de Maceió.

As cinzas de Abdias Nascimento foram depositadas no alto da Serra da Barriga em União dos Palmares junto com mudas de árvores sagradas como a gameleira e o baobá. A cerimônia contou com a presença de ialorixás e babalorixás de várias casas de axé de Alagoas, lideranças do movimento negro local e nacional (APNs, Conen, Unegro, MNU e Centro de Estudos e Defesa do Negro no Pará-Cedenpa), pesquisadores, estudantes, artistas, admiradores de vários países e veículos de comunicação.

A cerimônia foi encerrada como o povo negro gosta, celebrando a vida e a morte, ao som dos tambores com a apresentação do grupo baiano Ilê Aiyê, dança-afro e roda de capoeira. Abdias foi merecidamente homenageado com pompas de rei. Axé!

(*) Fonte: Coluna Axé – nº176 – Jornal Tribuna Independente (15.11.11)

Acesse também: www.cojira-al.blogspot.com e  www.helciane-angelica.blogspot.com

Anajô/APNs na homenagem a Abdias Nascimento

14 de novembro de 2011 1 comentário

Serra da Barriga - solo sagrado e palco da resistência (foto: Helciane Angélica)

O Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô (APN-AL) locou uma van para realizar uma edição especial do projeto “Palmares in loco”, assim como, para prestigiar neste domingo (13.11.11) a cerimônia de deposição das cinzas de Abdias Nascimento na Serra da Barriga em União dos Palmares. Na ocasião, participaram integrantes do grupo e amigos, a exemplo, da médica e vereadora Fátima Santiago (PP) que representou a Câmara Municipal de Maceió.

A homenagem ao ativista negro Abdias Nascimento foi emocionante e contou com a presença de autoridades, ialorixás e babalorixás de várias casas de axé de Alagoas, além de lideranças do movimento negro local e nacional (APNs, Conen, Unegro, MNU e Centro de Estudos e Defesa do Negro no Pará-Cedenpa), pesquisadores, estudantes, artistas, admiradores de outros países e veículos de comunicação.

Abdias foi dramaturgo, pintor, escritor, jornalista, professor, deputado e senador da República. Um dos maiores defensores da cultura e cidadania para afrodescendentes, na elaboração de políticas públicas e no combate do racismo e outras formas de discriminação. Saiba mais: www.abdias.com.br.

Confira abaixo algumas imagens da presença do Anajô na celebração afro:

Nota de pesar pelo falecimento de Abdias do Nascimento

26 de maio de 2011 Deixe um comentário

Ao manifestar seu pesar pela morte de Abdias do Nascimento poeta, artística plástico, jornalista, ator, diretor teatral, ex-senador da República e principal ícone vivo do Movimento Negro brasileiro,, ocorrida na manhã desta terça-feira, 24,no Rio de Janeiro, os Agentes de Pastoral Negros do Brasil-APNs eleva a Deus uma prece em favor deste grande líder da luta contra o racismo e um dos maiores expoentes da política de ações afirmativas no Brasil e no Exterior chamado agora a participar da glória da Ressurreição. Depois de voltar do exílio, em 1.978, entrou na vida política, onde se elegeu deputado Federal de 1.983 a 1.987, e senador da República, de 1.997 a 1999, pelo PDT.

Foi um dos incentivadores da criação do Movimento Negro Unificado, em 1.978. É Doutor Honoris Causa pela Universidade de Brasília e autor de vários livros, entre os quais “Sortilégio”, “Dramas para Negros e Prólogo para Brancos” e “O Negro Revoltado”.

Foi professor Benemérito da Universidade do Estado de Nova York e Doutor Honoris Causa também pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Neste momento de tristeza e de dor, mas também de esperança, fazemos chegar nossa solidariedade à Elisa Larkin, sua esposa e aos filhos e familiares bem como aos membros do PDT Afro, que pranteiam sua morte.

Anime-nos a todos a palavra do Evangelho: “Se o grão de trigo que cai na terra não morre, fica só. Mas, se morre, produz muito fruto” (Jo 12,24).

São Paulo, 24 de maio de 2011

Nuno Coelho
Coordenador Nacional dos Agentes de Pastoral Negros do Brasil – APNs
 
 
Fonte: http://apnsbrasil.org/

Valdice Gomes recebe Troféu Guerreiro Quilombola

5 de março de 2011 Deixe um comentário

No dia 31 de março aconteceu a 2ª edição do Festival de Palavras Pretas no Teatro Abelardo Lopes que fica na Galeria Arte Center no bairro da Pajuçara em Maceió. Foi promovido pelo projeto Raízes de África coordenado pela professora e publicitária Arísia Barros.

Na programação ocorreu a entrega do troféu “Honra ao Mérito Guerreiro Quilombola 2010”, uma iniciativa da Comunidade Remanescente Quilombola de Pau D’Arco, município de Arapiraca/AL e o Projeto Raízes de Áfricas para homenagear personalidades alagoanas e parceiros. O troféu foi esculpido pelo professor quilombola Ivan Jorge da Silva, em madeira pinus, e para a comunidade negra é um rito de passagem.

Cerca de 20 pessoas foram agraciadas, dentre elas a jornalista Valdice Gomes. Ela é reconhecida na categoria por sua integridade, profissionalismo, simplicidade e grande parceira que atualmente é Presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Alagoas (Sindjornal), ajudou a fundar a Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (COJIRA-AL) e ainda participa da articulação nacional unindo-se a outros representantes sindicais que atuam nesses coletivos; também faz parte do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô que é vinculado aos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs), e recentemente, foi empossada como Conselheira do CNPIR-Seppir em Brasília.

No evento foram lidos vários poemas de autores consagrados e anônimos, inclusive produzidos por negros, sobre diversos assuntos e também que retratavam a cultura afro-brasileira e a beleza negra. 

Foto/Cortesia: Josian Paulino

COMENDA ZUMBI DOS PALMARES

24 de novembro de 2010 Deixe um comentário

Estimad@s  Malung@s, amigos e parceiros,

CONVITE

O motivo desta é CONVIDAR vossa senhoria para participar da entrega da COMENDA ZUMBI DOS PALMARES – Câmara dos Vereadores de Maceió, pela qual tenho a honra de ser contemplado, a mesma tem o decreto da Vereadora Tereza Nelma e Será na FITs – Bairro de Cruz das Almas as 10h00, caso seja possível sua presença ficarei imensamente feliz.

Desde 13 de maio de 1988, em pleno centenário da tal Abolição da Escravatura, de fato me tornei militante do Movimento Negro ao criar junto com amigos do Jacintinho o MOCAMBO ANAJÔ.

Hoje após 22 anos, posso dizer que estou colhendo valorosos frutos das “arvores” que ajudei voluntariamente a cultivar.  2010 tem sido um ano de felizes conquistas na minha vida que perpassam sonhos de pelo menos 15 anos.

Quero externar que cometi muitos erros nos passos da caminhada, e quem de alguma maneira se sentiu atingindo por eles, peço humildemente minhas desculpas. No entanto, tenho certeza absoluta que em muito procurei acertar, acertos esses presentes em minha memória de forma inesquecível e naturalmente inquebrantável.

UM POUCO DA HISTÓRIA

Nos últimos 22 anos além do ANAJÔ que o representei pela primeira vez no Encontro N/NE do APNs e São Luis do Maranhão, ajudei na articulação da Coordenação Estadual de Entidades Negras – CENAL (1993), criei e coordenei o Mocambo Ilê-Axé (1994), fui representante Norte-Nordeste na coordenação Nacional dos APNs (1993-1995); contribui na articulação da Coordenação Nacional de Entidades Negras – CONEN (1993-1994); coordenei o Escritório Nacional do Projeto: 300 anos de Zumbi em Alagoas junto aos companheiros da CENAL e CONEN/NE (1994) inclusive Semanas da Consciência Negra; Fui Coordenador Estadual no XIV Encontro Nacional dos Agentes de Pastoral Negros do Brasil – Momento em que em pleno 300 anos de Zumbi, levamos no trem da liberdade em média 500 participantes para a primeira e única vigília na Serra da Barriga (julho-1995) Elaborei e coordenei o Projeto da Banda Meninos da Praça junto ao Projeto Alternativo de Apoio a Meninos e Meninas de Rua /MNMMR (1994 – 1995); fui diretor de Arte e Cultura da Secretaria Municipal de Educação – SEMED  coordenando o Projeto Kizomba Ayê Zumbi –Gincana Afro-cultural envolvendo várias escolas, alem de participar diretamente no processo de consecução e inauguração da Escola Municipal Zumbi dos Palmares em Maceió (1995); fui coordenador Nacional de Formação dos APNs (1996 – 1998); durante o Governo de Ronaldo Lessa (1998 – 2003) fui Técnico (comissionado) Diretor de Cultura e Diretor Geral do CAIC Virgem dos Pobres (Trapiche da Barra) pela Secretaria Estadual de Educação e posteriormente Coordenador Geral de Programas da Secretaria Estadual de Projetos Especiais – SEPES,  em 2004-2005 fui Gerente Afro da Secretaria Estadual de Defesa e Proteção das Minorias momento em que tive a alegria de contribuir com a criação do Fórum Intergovernamental de Políticas de Promoção da Igualdade Racial – FIPIR/NE em Recife e Fortaleza; 2006 – 2007 fui consultor e mobilizador  do Projeto de construção do Parque Memorial Quilombo dos Palmares junto ao Instituto Magna Mater e Fundação Cultural Palmares, em 2008 alem de me dedicar ao Centro de Cultura e Estudos Étnicos ANAJÔ que re-afirmou filiação a Associação Nacional dos Agentes de Pastoral Negros do Brasil – APNs, também assumi compromissos ao me incorporar na equipe técnica do Centro de Educação Ambiental São Bartolomeu que executa projetos de apoio aos moradores da Vila Emater II (antiga favela do lixão) bem como, mobilização, organização e fortalecimento da Cooperativa dos Catadores da Vila Emater – COOPVILA.

Este ano de 2010 sem sombra de dúvidas tem sido especial pelas seguintes razões:

Em abril na cidade de Goiânia –  GO durante o Congresso Nacional dos Agentes de Pastoral Negros que tem núcleos de base em 16 Estados do Brasil, fui eleito Membro do Conselho Fiscal e na última reunião da Coordenação Nacional em outubro na cidade de Belo Horizonte – MG, foi convidado para assumir a COORDENAÇÃO NACIONAL DE FORMAÇÃO DOS APNs (gestão 2010-2012).

Em novembro cheguei ao apogeu:

Dia 11 – Tive a honra de ser agraciado  com a COMENDA DANDARA pelas mãos da Vereadora Fátima Santiago na Câmara dos Vereadores de Maceió, em sessão especial presidida pela Veredadora Heloísa Helena.

Dia 20 (Dia Nacional da Consciência Negra) tive a alegria de ser informado pelo Jornalista Nuno Coelho (Coordenador Nacional dos Agentes de Pastoral Negros do Brasil e presidente do Conselho Estadual do Negro – SP) que  meu  nome numa lista tríplice foi aprovado para representar os APNs no Conselho Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial – CNPIR com posse prevista para dezembro pelo valoroso Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva..

E nesta data (26/11/2010) tenho a honra de receber junto a valorosos malungos, a COMENDA ZUMBI DOS PALMARES pela nobre Vereadora Tereza Nelma que tem sido uma grande malunga para vários segmentos do Movimento Negro Alagoano.

Portanto, quero dizer o quanto estou imensuravelmente feliz, agradecendo ao Deus de tantos nomes (Javé, N´Zambi, Zaniapombo, Olorum, Obatalá, Olodumaré, Oxalá, Tupã, Abà, Alá,  e outros) por tantas vitórias e ainda por ter amigos como vocês que direto ou indiretamente contribuem para o meu acreditar na luta que apesar de árdua é concomitantemente prazerosa.


Muito obrigado!

Olorum Kolofé Axé (que o senhor deus do firmamento nos abençoe e nos dê força)

K`Ó MÁ BÈRÙ ´JÁ  (não temamos a luta)

KÒ MÁÀ DÙN MO (que seja cada vez mais prazeroso)

Grande abraço!

HELCIAS PEREIRA

Jornalista da CPT recebe menção honrosa em Alagoas

21 de novembro de 2010 Deixe um comentário
Helciane Angélica concorreu com o Case “Feira Camponesa: Ações de comunicação e valorização dos feirantes/agricultores”


No sábado (20.11), Dia Nacional da Consciência Negra, ocorreu no espaço de eventos Armazém Uzina o 21º Prêmio Braskem de Jornalismo 2010, que é considerado o mais importante prêmio da categoria no Estado de Alagoas. A atividade é promovida pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Alagoas (Sindjornal) e tem como patrocinador a Braskem.
A jornalista Helciane Angélica presta serviços na área de assessoria de comunicação desde março de 2009 na Comissão Pastoral da Terra (CPT-AL), pastoral social e ecumênica vinculada à Arquidiocese de Maceió. Ela se inscreveu no prêmio, na categoria assessoria de imprensa, q ue teve ao todo sete profissionais atuantes em instituições públicas e privadas.
O trabalho inscrito foi “Feira Camponesa: Ações de comunicação e valorização dos feirantes/agricultores”, que foi apresentad o por meio de um Case. Trata-se de um relato com no máximo 50 li nhas sobre o conjunto de ações desenvolvidas com o objetivo de alcançar a resolução de um problema no relacionamento com a imprensa; contendo análise da situação anterior, as providências tomadas, os resultados atingidos e uma conclusão, com a avaliação da eficácia das ações executadas entre os d ias 25 de setembro de 2009 e 23 de setembro de 2010.
Helciane Angélica ficou entre as finalistas da categoria, e concorreu co m as jornalistas Isa Mendonça e Simoneide Araújo, respectivamente, assessoras de imprensa da Eletrobrás Distribuição de Alagoas e da Procuradoria Regional do Trabalho de Alagoas (PRT) da 19ª Região. A grande campeã foi Simoneide Aráujo com a divulgação da Campanha de combate ao trabal ho infantil. Porém, o júri também decidiu entregar uma menção honrosa à jornalista da CPT pelo importante trabalho executado na divulgação do projeto que valoriza a produção agroecológica das famílias camponesas em áreas da reforma agrária; além de parabenizar pela visibilidade que tem adquirido junto aos veículos de comunicação locais.

Fonte: www.cptalagoas.blogspot.com

____________________________________________________

A jornalista também faz parte do movimento negro de Alag oas! Atualmente, é a Presidenta do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô, Coordenadora Estadual dos Agentes de Pas toral Negros do Brasil (APNs) e faz parte da Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial de Alagoas (COJIRA-AL), além de ser editora da Coluna Axé que é publicada todas às terças-feiras no jornal Tribuna Independente.