Arquivo

Posts Tagged ‘Rio Grande do Sul’

Alagoas participa do Seminário de Abertura do Ano Nacional da Mulher APNs

14 de fevereiro de 2012 Deixe um comentário
Nos dias 10 e 11 de fevereiro, ocorreu na cidade de São Leopoldo (RS) o Seminário “Mulheres Negras: Resistência e Soberania de uma Raça” e a abertura oficial do Ano Nacional da Mulher APNs. A atividade foi coordenada pelo Grupo Cultural Anastácia Ominira – entidade vinculada aos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs) – e contou com o apoio da Prefeitura Municipal, da Secretaria de Segurança e da Coordenadoria da Mulher.
Estavam presentes representantes dos Estados de Alagoas, São Paulo, Maranhão, Minas Gerais, Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul, além de educadores, gestores municipais, vereadores, representante da ONG Palmares e do Conselho Tutelar.
De Alagoas, estiveram presentes a jornalista Helciane Angélica (Mocambo Anajô-APN/AL), que acompanhou a médica ginecologista e vereadora por Maceió, Fátima Santiago (PP), uma das facilitadoras do grupo de trabalho sobre “Fortalecimento da Mulher na Política e Poder”. A parlamentar repassou suas experiências e destacou projetos de Lei da sua autoria, além de relatar as dificuldades enfrentadas ao longo dos três mandatos e a atuação em comunidades carentes para a prevenção do câncer do colo de útero e de mama.
Debate
Foram discutidas as estratégias de atuação e formação sócio-política sobre as questões étnicorraciais e de gênero, protagonismo das jovens negras e a participação nos espaços de poder. Dentre as propostas apresentadas estiveram: investir na formação política nas bases; seminário sobre a saúde da mulher negra; fortalecer a organização das jovens; construir quadros políticos no Brasil inteiro.
Para a Assessora da Mulher dos APNs, Rose Torquato, o ano de 2012 será muito especial para a entidade nacional e na defesa do desenvolvimento de políticas públicas destinadas às mulheres negras. “Eu comparo os APNs a uma árvore, que tem raízes fortes e se espalhou por esse país afora. Ser agente de pastoral negro é ser uma só família, e ser pastoral é o mesmo que cuidar dos outros, e essa é uma relação que veio da África. E o ano nacional da mulher APNs é para incentivar e mostrar que a mulher negra tem que mostrar o seu poder em qualquer lugar que esteja, seja dentro de casa, na comunidade, no trabalho, no sindicato e no partido político“, exaltou.
Ao longo desse ano, todos os mocambos deverão realizar atividades de formação e sócio-políticas na área de gênero e etnia, além dos encontros estaduais. As ações serão avaliadas no 6º Encontro Nacional da Mulher APNs, nos dias 15 a 17 de novembro, no Rio de Janeiro.
Outras atividades
Ainda teve na programação, a visita de cortesia na Câmara de Vereadores de São Leopoldo e a audiência no Gabinete do Prefeito Ary José Vanazzi. E o desfile do bloco carnavalesco “Filhos de Anastácia”, que existe há três anos, teve como samba-enredo 2012: “Anastácias, mulheres guerreiras”, escrito por Negro Izolino, cantor e compositor que faz músicas para escolas de samba desde 1980. O bloco afro animou a comunidade do bairro do Rio Branco e integrantes dos APNs. Confira outras informações no site: www.apnsbrasil.org.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios